Secretária Municipal de Educação determina atendimento psicológico diuturno na Escola de Realengo

    7
    0

    Quero parabenizar a Secretária Cláudia Costin por ter determinado o atendimento psicológico sem prazo determinado, constante e diuturno na Escola Municipal de Realengo aos alunos, aos professores e servidores.

    Este Blog encontra-se em contato e muitas vezes em embate direto com a Secretaria Municipal de Educação prioritariamente em função da política municipal de educação especial. Não obstante, tanto a educação da Secretária, como sua pré-disposição natural e obstinada ao diálogo e inclusive, e muito mais importante, em função do atendimento de algumas demandas das mães de crianças especiais e do Movimento Pela Inclusão Responsável, do qual faço parte, o MIL (tais como criação do Grupo de Trabalho com mães e pais de alunos portadores de deficiência e diminuição do ritmo de desmonte de classes especiais), tudo isso nos obriga ao tratamento cordial e ao reconhecimento de passos dados em direção à defesa do bem-estar dos alunos da rede de educação municipal, sempre que isso ocorrer.

    No caso em questão, não sabemos como está sendo efetivado esse atendimento psicológico permanente, mas vi a reportagem na televisão, ouvi em rádio e deixo meu sincero elogio à adoção desta medida para a Escola de Realengo.

    Aguardamos a satisfação das demais exigências da sociedade sobre a política de educação especial e estaremos sempre à disposição para apontar os rumos aos nossos políticos no sentido de realizarem o que há de melhor para o bem-estar e a melhor educação de nossas crianças.

    Continuamos atentos.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui