Lula, Gilmar Mendes, Jobim e a Veja – No Jornal da Globo, ontem, 28/05 para 29/05, Gilmar Mendes desmente a Veja.

    25
    0

    Pessoal, eu vi ontem no Jornal da Globo a declaração do próprio Gilmar Mendes de que “ele (Lula) não me pediu nada”. Na declaração do Ministro Gilmar Mendes ficou claro que não houve pedido de que o STF não julgasse o mensalão antes das eleições municipais, mas ficou claro que Lula, segundo o Ministro Gilmar Mendes, teria demonstrado preocupação na votação antes das eleições municipais e teria perguntado ao Ministro Gilmar Mendes sobre vôo pretensamente feito com Senador Demóstenes para Berlim.

    Vejam o que penso. Lula não é Presidente da República e o Ministro Gilmar Mendes não é o Presidente do STF. Portanto, quem põe em pauta para julgar é o Ministro Ayres Brito, Presidente do STF. Se Lula quisesse fazer pressão direta, deveria ser com ele e não Gilmar Mendes. Por outro lado, há oito Ministros que foram indicados pelo ex-presidente Lula e nenhum foi admoestado por Lula, que se tenha informação até agora. è claro que um Ministro do STF pode pedir vista e sentar no processo, como já ocorreu várias vezes, mas mesmo assim, para garantir algo, o movimento teria sido insuficiente, a meu ver.

    O encontro foi realizado no escritório do ex-Ministro Nelson Jobim, a três, em horário normal e não altas horas da noite ou da madrugada, em local ermo ou escondido.

    Está me parecendo o seguinte: Lula deve ter tido a intenção de encontrar Gilmar Mendes, mas pode ter sido acaso (no que não acredito). A conversa ocorreu. Lula fez mal em perguntar sobre a viagem a Berlim do Gilmar Mendes, pois deu a impressão de que queria expor uma fragilidade do Ministro Gilmar Mendes para talvez propor algo. Mas os fatos são que não houve proposta, segundo o próprio Gilmar Mendes declarou em cadeia nacional à Rede Globo.

    A Revista Veja está muito mal com o problema do Cachoeira, como vocês sabem. Grande parte das publicações da Veja atacando o Governo foi com informações plantadas por Cachoeira através de um jornalista da Veja com acesso ou integrante da Diretoria de Redação/Edição da revista, segundo reportagem investigativa da bandeirante ou da Record que já disponibilizei no artigo anterior sobre o tema “O Eclipse da Revista Veja”.

    Com o risco de integrantes da Revista Veja e diretores da Editora Abril de poderem ser chamados a prestar esclarecimentos na CPI do Cachoeira, a Revista quer sustentar as publicações anteriores, mostrar risco ao Governo, e criar algo que abafe o caso Cachoeira, botando o Mensalão e o que puder em evidência em relação a isso.

    Não quer dizer que não seja importante ter exposto o encontro entre Lula, Jobim e Gilmar Mendes. Foi muito importante. Colocar este tema em evidência também é… e obter logo condenação da ação do mensalão de integrantes do PT é importantíssimo para o País, caso seja a hipótese,.. mas é muito mais para a Revista Veja, porque assim abafará a questão Cachoeira e sua CPI!!

    A redenção da Revista Veja neste caso esquisitíssimo do envolvimento da Revista Veja com Cachoeira (e a liberdade com que influenciava a publicação de reportagens sobre o governo, em especial sobre licitações que Cachoeira perdia) está no julgamento do caso mensalão. Pois além de criar fato novo e de envergadura para tirar a CPI do Cachoeira de evidência, ainda desmoralizará os integrantes do partido, mesmo que não julgados na ação do mensalão. E, no caso de real condenação de “mensaleiros”, poderá desacreditar integrantes do partido dos trabalhadores que atuam e que estão em cargos importantes na CPI, podendo, a partir de então, com a eventual confirmação judicial do STF do caso do mensalão publicado pela Veja, se redimir com a sociedade e criar uma forte impressão de que qualquer ataque à revista (na CPI do Cachoeira) é reprimenda pela publicação do mensalão.

    Agora, nós, cidadãos, estamos numa situação interessante: eles, Veja e Governo, que se mordam, porque nós somos privilegiados com esta situação, assistindo a Veja correr para se salvar atacando o governo e tendo o governo que se comportar por estar em evidência. Entretanto, o que não pode acontecer é a Revista Veja publicar irrealidades e continuar a prejudicar a informação à população, como foi prejudicada por meses de publicações das informações plantadas por Cachoeira, segundo a reportagem mencionada por nós no artigo “O Eclipse da Revista Veja”.

    Portanto, eu espero publicações de outras Revistas para confirmar as coisas que a Revista Veja publica sobre o Governo Petista e seus integrantes, porque além de a Revista Veja se pautar em fontes controvertidas (e outros diriam criminosas, com poder de influenciar a publicação de determinado artigo em determinado sentido, ao invés de ser só fonte), ela ainda está em evidente confronto com o Governo, por necessidade de sobrevivência, portanto, não pode exercer papel mais imparcial que se espera de um veículo de mídia importante.

    Gilmar Mendes, com sua declaração no Jornal O Globo de ontem, desmentiu a reportagem da Veja. Também desmentiu outros jornalistas e colunistas da Globo, inclusive, como o “Rádio do Moreno”, que concluiu que houve a ameaça ao Minsitro do STF e o pedido de adiamento. A conversa com os elementos que teve foi péssimo par a imagem de Lula, mas é diferente de ter ocorrido ameaça a Ministro e pedido.

    Isso é o que me pareceu claro.

    p.s.: Já vi Merval defender a Veja da “perseguição do governo”, recentemente, acho que em sua coluna no Domingo passado, dia 27/05, mas não vi Merval falar sobre a reportagem de 15 minutos sobre o envolvimento do jornalista da Veja com Cahoeira e sua liberdade em escolher matérias e publicá-las na Revista Veja, inclusive escolhendo a coluna ou setor de publicação. É… a mídia parece que também é um pouco corporativa… rsrsrs

    p.s. 2: acesse também http://perspectivakritica.blogspot.com.br/2012/05/o-eclipse-da-revista-veja-interesses.html

    p.s. 3: Não passo a mão na cabeça de Lula. O teor da conversa, como confirmado pelo Ministro Gilmar Mendes foi inoportuna, mas daí a haver ameaça e pedido são outros quinhentos. Se Gilmar confirmasse ameaça e pedido seria o que a Revista Veja publicou. Como não confirmou, desmentiu a Revista Veja.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui