CPI para o Programa “Asfalto Liso” do Município do Rio de Janeiro

    35
    0

    Pessoal, quero denunciar aqui uma questão grave. Vocês já perceberam que a despeito de o Programa Asfalto Liso do Governo Eduardo Paes ter trazido alento e esperança a todos, em menos de dois anos todo o asfalto novo colocado vira um amontoado de buracos e mais buracos.

    E pior, o que acontece com essas obras em que os bueiros obrigatoriamente ficam ou muito acima do nível do asfalto ou muito abaixo?!?!? Invariavelmente todas as obras deste programa (por enquanto não pude perceber isso na obra do aterro de flamengo… a única ilesa por enquanto) apresentam essas duas características: buracos aparecem pouco após um ano da obra e praticamente todos os bueiros ficam fora do nível da pista, gerando o mesmo efeito de quando há buracos na pista.

    Este fato expõe a integridade dos carros e das pessoas, gerando milhares de manobras diárias de motoristas de carros, ônibus e motocicletas desviando dos buracos e bueiros e impactando gravemente no aumento de riscos de acidentes.

    Como não sai uma publicação sobre isto? Estas obras do Programa Asfalto Listo não são pagas co dinheiro público? Então porque ninguém cobra que haja qualidade e durabilidade das obras? Quantos milhões custaram essas obras? Quanto tempo duraram as pistas? Isto é razoável ou deve a empresa ser instada a efetuar a obra de novo para compensar o Município por má prestação de serviço?

    Não adianta nada fazer obras em um Programa Municipal de proporções amplas e com amplo potencial de reconhecimento popular se o resultado são obras que não duram mais de um ano!! O que é isso??!?! Isso é dinheiro jogado pelo ralo!!!!

    Então, senhores, eu acho que deveria haver uma CPI do Programa Asfalto Liso na Câmara dos Vereadores, porque alguma coisa está errada com este Programa e o Legislativo Municipal, além do próprio Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas do Município, devem investigar e punir os responsáveis.

    Fica aqui registrada a minha indignação com a mídia que nada fala desse absurdo de incompetência gerencial das obras em questão e o alerta para o Governo do Eduardo Paes que deveria junto com a Procuradoria do Município, exigir o recapeamento de todo o trecho mal recapeado e fiscalizar a qualidade do asfalto utiulizado para garantir o retorno em bem público de qualidade pelos milhões pagos às construtoras para realizar as obras. Na falta de atitude do Prefeito, ou mesmo com a adoção de atitude fiscalizatória e de cobrança, cabe a atuação do Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas do Município e uma CPI na Câmara dos Vereadores.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui