A posição do Blog sobre realização da Copa e movimentos sociais data de 06/08/2013. Confira.

    34
    0

    Não obstante um artigo/desabafo de um jornalista tenha sido recentemente replicado pela Joana Havelange, Diretora do COL (Comitê Organizador Local da Copa do Mundo), filha de Ricardo Teixeira e neta de João Havelange, e assim tenha ganhado as manchetes de jornais, como no Jornal O Globo, por ser uma manifestação a favor da realização da Copa do Mundo de 2014 e contra excessos e abusos de manifestações sociais que estão sendo anunciadas em redes sociais, inclusive com participação talvez violenta (cada participação é uma nova participação.. violência anterior não garante nova manifestação violenta), esse tema e essa postura já havia sido adotada e anunciada pelo BLOG em 2013.

    Assim, com a publicação do artigo de 06/08/2013 sobre este tema e a movimentação social contra a exploração do pré-sal por empresas estrangeiras, o Blog Perspectiva Crítica informava melhor, mais profundamente, quase com um ano de antecedência, o que agora toma repercussão em redes sociais e na grande mídia, a qual, aliás, por seu empenho em denegrir o governo em ano eleitoral, acabou prejudicando o espírito da Copa. Somente agora, junto com as campanhas publicitárias contratadas em rede nacional de televisão, e para não prejudicá-las, quiçá (rsrsrs), a grande mídia está embalando o espírito da Copa. Um atraso prejudicial e desnecessário, ao nosso ver.

    Republicamos abaixo o teor sobre a Copa que publicamos em 06/08/2013, a favor da Copa e contra manifestações que prejudicassem o andamento das obras, os benefícios em infra-estrutura, a realização da Copa, o benefício com aumento potencial do turismo e a imagem do Brasil.

    Blog Perspectiva Crítica, mais uma vez à frente da grande Mídia.. aliás, bem à frente, informando bem a população e garantindo a vanguarda informativa de seus leitores em relação à sociedade que se informa exclusivamente pela grande mídia.

    Abaixo a transcrição da parte do artigo sobre a Copa, cuja íntegra pode ser acessada em http://www.perspectivacritica.com.br/2013/08/resistencia-de-entidades-producao-no.html

    Transcrição parcial do artigo “Resistência de entidades à produção no Campo de Libra e realização de Copa do Mundo de 2014 – Non Sense”:

    E a Copa?!?! Falarei rapidíssimo. Gente, é claro que há outras prioridades. Mas a Copa é compormisso do Brasil. Não podemos ser vistos como descumpridores de contratos e promessas. Deixem isso para a Argentina e Venezuela, Bolívia e Equador. Quem quebra promessa e contrato não atrai investimento, como esses países estão podendo ver.

    Parar um evento desta magnanimidade pode dar a ilusão de poder e de estar fazendo algo simbólico, mas não é isso o que ocorre. É destrutivo e não construtivo. Construtivo seria continuar com o excelente mote de que “queremos hospitais e escolas padrão Fifa”!!! Quem inventou isso é gênio!!!

    Isso não destrói o evento. Isso mostra que querendo e com vontade política estádios de primeiro mundo são construídos. Dessa forma, como temos o dinheiro, não há motivo para que escolas e hospitais de primeiro mundo não sejam feitos!!! Isso é fantástico e cria um xeque-mate retórico contra o governo e parlamentares!!

    A Copa do Mundo atrairá turistas, investimentos, gerará benefícios de estrutura de transporte e logística!! Ora, se os palermas dos políticos não fazem porque queremos, deixem que façam porque a Fifa mandou. É ridículo, mas eles são ridículos. Vai se fazer o quê?!?!

    Agora, as manifestações podem ocorrer! Tendo ocorrido durante a Copa das Confederações foi ótimo!!! Sem ter assustado os estrangeiros, sem hostilizá-los, e sem parar o evento. Ótimo!!! O mundo interio viu. Excelente!!!

    Agora não querer que ocorra o evento é burrice!!!

    E a corrupção?!? Senhores, já dizia um amigo meu, autoridade no assunto, onde há licitação, há fraude!!! Rsrsrsrs Ladrão, senhores, é ladrão. A licitação é o único meio de criar democratização de acesso ao direito de prestar serviço ao Estado ou pelo Estado à população. Quem quiser roubar que se entenda com a Polícia Estadual e Federal.

    Na área privada é pior ainda!!! Mas você nunca verá publicado porque isso não é de interesse público.. só privado. Deixem o crime para a Polícia e o Ministério Público.

    O compromisso com a Copa do Mundo é um compromisso do Brasil com o Mundo. Nós não descumprimos nossas palavras dadas e nossos contratos firmados. Além disso, isso traz investimetnos, empregos, atrai turistas para os próximos anos após a Copa e ainda suscita centenas de obras de urbanização e transportes públicos!!! Além de dotar a gente de melhores estádios para eventos nacionais.

    Parece que há vários erros. Sim. Mas teremos que fazer. Alguns estádios parecem que podem ficar às moscas depois? Sim. Que os responsáveis respondam. O que não pode é não cumprirmos uma promessa e um contrato com a Fifa, a qual já foi obrigada a rever várias exigências por conta de personalidade do governo e do País, como por exemplo meia-entrada pra idosos e estudantes.

    Então é isso. É reclamar e manifestar, mas de forma construtiva, denunciando corrupção, apontando erros, mas não suscitando quebra de contratos que prejudicariam a imagem do País perante a Comunidade Internacional, não criaria empregos, não geraria investimentos imediatos e de efeitos perenes para milhões de brasileiros. Isso seria burrice de novo!!!

    Além disso, o dinheiro dos investimentos já foi!! Ponto! Destruir o evento não enriquece o brasileiro, somente o empobrece de novo! Vamos lutar por realização dos eventos, por investimentos em escolas e hospitais como há nos estádios. Vamos lutar por tudo o que seja construtivo e enriquece o cidadão brasileiro. Não criemos movimentos empobrecedores do brasileiro e prejudiciasi à nossa boa imagem de cumpridores de contratos e promessas internacionais.”

    É isso aí, senhores e senhoras.

    p.s. de 02/06/2014 – texto revisto. Erros corrigidos, após chamada de atenção de Vanessa. Obrigado, Vanessa!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui