A mentira de Gustavo Franco: risco do Brasil é igual ao da Grécia

    33
    0

    Em artigo na Revista On Line da Isto é Dinheiro, Gustavo Franco tece uma enorme mentira: a de que o risco Brasil é igual ao da Grécia e por isso os juros Selic não caem, sendo, ainda, a prática de juros altos o motivo pelo qual a rolagem da dívida brasileira ocorre tão facilmente.

    Veja o artigo em http://www.istoedinheiro.com.br/blogs-e-colunas/coluna/14_ARTIGO

    Bem, que Gustavo Franco é partidário do PSDB e Fernando Henrique todos sabem, mas o que me assusta é um técnico de alto nível se prestar a papel de títere às custas de sua imagem de economista.

    A sua tese é tão facilmente desconstituível que meramente faço a seguinte indagação: O Brasil, recentemente, como anuncia propaganda da Merril Lynch e do Bank of America no Jornal O Globo de 15/11/2011, à pg. 25, informa que títulos brsileiros de 30 anos foram vendidos no valor total de US$1,1 bilhão, com vencimento para 2041, pagando juros de 4,694%. Isto seria possível à Grécia?

    E os juros não estão altos por causa de má gestão (que possui a mesma prática e filosofia do banco Central que ele mesmo, Gustavo Franco, geriu), mas por conta de esforço do lobby dos bancos e financeiras para interpretar tudo o que for possível negativamente, fazendo previsões estapafúrdias de inflação nas alturas mesmo contra a realidade internacional e nacional, somente para não possibilitar a queda dos juros e diminuição de seus lucros, tanto quanto para não permitir que o nivelamento do juros brasileiro ao internacional seja alcançado por outro partido político que não o PSDB.

    Essa, senhores, é a verdade.

    p.s. 17/11/2011 – texto revisto e ampliado

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui