Estouro da Bolha Imobiliária no Brasil pode estar próxima e seus efeitos são estudados pelo BCB

    19
    0

    Bem, bem, bem.. artigo publicado no Jornal O Globo on line de hoje informa que o Banco Central do Brasil promoveu um estudo técnico sobre a segurança financeira dos bancos nacionais para a hipótese de uma grande queda de preços dos imóveis após a realização da Copa do Mundo.

    Acesse a íntegra em bancos-brasileiros-sao-resistentes-estouro-de-possivel-bolha-imobiliaria-avalia-bc-11932178

    Vejam o trecho selecionado:

    “Com o crescimento do crédito habitacional no país e a supervalorização dos imóveis, o Banco Central resolveu testar se o sistema financeiro estaria seguro se estourasse uma bolha nos empréstimos da casa própria. Os técnicos concluíram que os bancos seriam resistentes a uma possível grande queda dos preços dos imóveis. O relatório sobre a estabilidade do sistema financeiro foi divulgado na manhã desta quinta-feira, três meses antes da Copa do Mundo.
    Segundo economistas que acompanham o mercado imobiliário, o evento esportivo poderá ser o ponto final da valorização exponencial no mercado imobiliário. A expectativa é que os preços dos imóveis podem começar a cair após a competição. (…)”

    Bem, para os que não acreditavam na existÊncia de Bolha Imobiliária, o que este Blog vem denunciando desde junho de 2010, fica aí uma grande prova de que os receios do Blog Perspectiva Crítica, seus comentaristas e seguidores, sempre tiveream fundamento… Rsrsrs

    Quando a Bolha estouraria? Há duas hipóteses, desvalorização rápida de até 50%, em per´´iodo de três a cinco anos, defendemos, ou desvalorização lenta como a japonesa, em que o valor dos imóveis perderão para a inflação por trinta anos até perderem 50% de seu valor e voltarem a se valorizar, como está acontecendo somente há um ou dois anos.

    O estudo do Banco Central considera desvalorização a partir do fim da Copa do Mundo, e constata que a hipótese de queda de até 45% do valor dos imóveis financiados não levariam bancos nacionais à insolvência, mas que a partir de desvalorização de 55%, sim.

    Não quer dizer que a queda será imediata e entre 45% a 55%, mas o Banco Central quis testar o sistema financeiro para saber até onde aguenta desvalorização de imóveis que são garantia de empréstimo/fiancniamento para aquisição da casa própria.

    Este artigo coloca o Blog Perspectiva Crítica como um importante veículo de comunicação técnica, honesta e correta a você, leitor, que pode contar com uma análise nesse sentido há quatro anos antes da preocupação das autoridades com a real formação de bolha de preços em imóveis no Brasil e mesmo diante da enxirrada, por todos esses anos dizendo que não havia formação de bolha, mas valorização natural de imóveis que estavam desvalorizados há muitos anos e incompatíveis com preços de mercado internacional.

    Nós fizemos inclusive recentemente a análise de oportunidade de venda de imóveis nesse momento em artigo próprio analisando a evolução da Bolha Imobiliária e opções de iinvestimentos, como ações da Petrobrás. Agora, é esperar. O estouro da bolha mesmo e a rapidez de desvalorização só será conhecida quando vier; mas segundo o mercado.. pode estar próximo e a realização de estudos do Banco Central desta hipótese é forte indício de que a situação é real e séria… como sempre afirmamos aqui, aliás.

    Continuamos acompanhando.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui