Krugman elogia a economia do Brasil. Delfim Neto critica a política de juros.

    75
    0

    Em mais uma demonstração de sintonia fina do Blog Perspectiva Crítica com a economia real, ao contrário da economia apocalítica e irreal propagandeada pela grande mídia, dois grandes nomes da economia mundial e nacional, Paul Krugman e Delfim Neto, fazem balanço da evolução da economia do Brasil durante esse períiodo de crise e em relação a seu posicionamento em relação ao futuro próximo e enunciam a boa resposta econômica do Brasil e o erro na política exageradamente altista de nossos juros básicos.

    Abaixo trechos de ambos, pinçados da Coluna Panorama Político, de Ilmar Galvão, publicado no Jornal O Globo On line de 19/03/2014, intitulado Jogo COmbinado”, e de artigo publicado ontem, 18/03/2014, no Jornal do Commercio, intitulado “Delfim aponta uso errado do juro”.

    Veja os trechos selecionados:

    O PRÊMIO NOBEL DE ECONOMIA, Paul Krugman, sobre os efeitos da crise internacional: ‘(O Brasil) está se saindo melhor do que eu jamais teria imaginado’.” (Coluna Panorama Político, Ilmar Galvão, 19/03/2014)

    Acesse a íntegra em http://oglobo.globo.com/blogs/ilimar/posts/2014/03/19/jogo-combinado-527925.asp

    “Não temos nada que mostre que estamos caminhando para desequilíbrio fiscal monumental. Nossa inflação é desconfortável, mas não há risco de perder o controle. (…) Nós não estamos no apocalipse, nem com o apocalipse à vista.”
    ” (O País) insistiu em usar o juro como instrumento (o que) destruiuum sofisticadíssimo processo industrial (…) Qual foi o resultado? No começo a valorização do câmbio rouboua demanda externa da indústria brasileira, depois a supervalorização roubou a demanda interna.” (Delfim Neto, dito em 17/03/2014, em seminário sobre ea economia do Brasil, realizado em São Paulo – trechos copiados do artigo suso mencionado do Jornal do Commercio de 18/03/2014)

    Bem, gente… mais uma vez, nossos apontamentos sobre evolução da economia brasileira, seu estado atual não apocalípitco, a boa resposta da política econômica para todo esse período de crise mundial, restam subscritos por dois gênios da economia. A companhia do Blog Perspectiva Crítica parece ser bastante forte e de envergadura moral, ética e técnica.

    Enquanto a mídia de mercado incentiva e diz que combate à inflação deve ser só com juros, Delfim Neto explica o prejuízo causado à nossa economia e o reflexo em taxas baixas de crescimento econômico e O Blog Perspectiva sempre defendeu o combate à inflação também por medidas macroprudenciais, como a China faz, através de aumento de depósito compulsório, por exemplo. Mas isso não pode, pis diminui lucro de bancos.

    Enquanto a mídia de mercado industrializa informação e informação, uma após a outra, sobre o caos econômico e o fiasco da política econômica, o Brasil fecha o ano de 2013 com boas notícias e índices econômicos e é elogiado pro Krugman, prêmio Nobel em Economia… O Blog Perspectiva Crítica, enaltecendo a boa condução econômica e explicando a criação midiática de um caos informativo e manipulador da opinião pública sobre a realidade econômica brasileira, esforçou-se por todo o ano de 2013 por mostrar a todos a mentira informativa em torno do “caos econômico”, manteve-se atento, informativo e sua postura agora tem a companhia declarada de bons técnicos, como visto… técnicos que sempre falaram o mesmo que o Blog Perspectiva Crítica durante todo esse processo desinformativo em 2013, vejam bem. Estivemos sempre do lado da verdade e mostramos ela para você.

    Deixo estes registros para que você possa comparar essas afirmações com as análises econômicas que apresentamos para você durante todo o ano de 2013 e esse anos de 2014, em que a mídia tentou produzir informações parciais, indutivas e até mentirosas sobre a qualidade da nossa política econômica e seus reflexos para nossa economia em 2013/2014, os quais foram os seguintes, em realidade: obtenção de crescimento econômico de 2,3%, maior do que todo o mundo rico, incluindo EUA; grande aumento de taxa de investimento 6,3% em 2013; criação de mais de um milhão de cem mil empregos com taxa de desemprego que chegou a 4,9% em 2013 e fechou em 5,6%, mesmo com recessão e altíssimas taxas de desemprego na Europa e EUA; taxa de inflação dentro da meta entre 2,5% e 6,%%, sendo inferior a 6% em 2013, relação dívida/pib declinante, tanto bruta (58%) quanto líquida (33%), e, infelizmente e desnecessariamente, a maior taxa real de juros no mundo, com taxa total em 10,75% após o último aumento da taxa em fevereiro de 2014.

    Bem, senhores, deixo-vos com estas informações, estas constatações e a opinião de dois exímios economistas que elogiam a resposta da economia do Brasil nesses tempos difíceis. As análises e opiniões do Blog Perspectiva Crítica demonstram-se estáveis, acompanháveis, constatáveis na economia real, por todos esses quatro anos de vida do Blog. Coerência, honestidade, transparência e coesão informativa são nosso maior capital, que está completamente dedicado e disponível a você, leitor, comentarista e seguidor do Blog Perspectiva Crítica.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui