Publicação contra o movimento “Pelo Fim do Banco dos Ricos”!!

    33
    0

    Pessoal, me deparei há pouco tempo com um “movimento” no Facebook intitulado “Pelo Fim do Banco dos Ricos”, desejando o fim do BNDES porque, segundo o mesmo, ele seria um instrumento pelo qual o governo somente transfere dinheiro da população para ricos e ricos empresários.

    Este tipo de movimento bem ou mal intencionado, não importa, é grave. É gravíssimo. Pode-se questionar política de concessão de empréstimo do BNDES. Todos que bradam contra tais empréstimos, inclusive, podem fazer queixa específica a cada vez que entenderem que houve risco em operações do BNDES contra os fins da instituição e contra a boa administração de verba pública, ao Ministério Público Federal. Isso protegeria o BNDES. Agora, pedir o fim do BNDES é o cúmulo da sandice e imbecilidade, com todo o respeito. Não dá pra admitir nem a título de piada.

    Naturalmente respondi na hora.

    E assim, como acho que tem interesse relevante público, publico aqui a resposta que dei na lista que me colocaram:

    “Caracas.. que absurdo!!! O BNDES é maior que o Banco Mundial, investindo e multiplicando o dinheiro próprio e o aplicado pelo governo, a quem garante também remuneração e participação nos lucros, aumentando a arrecadação. Nenhum banco brasileiro financia investimentos caros de longo prazo, só o BNDES. E somente no Governo Lula o financiamento de prestação de serviços ou fornecimento de produtos brasileiros a países estrangeiros começou a ser feito pelo BNDES, aumentando vendas para o exterior, empregos a brasileiros e arrecadação ao País e lucros ao BNDES que se transformam e mais financiamento de nossa produção. O Eximbank dos EUA faz isso há décadas. Se você fechasse o BNDES, condenaria todos os empresários brasileiros a tomar dinheiro emprestado no exterior, sendo que os maiores bancos hoje europeus, americanos e japoneses, emprestam a seus governos para saírem da crise e os chineses emprestam só para chineses. Assim, o fim do BNDES diminuiria a produção brasileira, o investimento brasileiro e aumentaria a inflação, diminuiria emprego no Brasil e facilitaria o domínio do nosso mercado por estrangeiros. Desculpe, mas nesse caso não consegui entrar na brincadeira. Pergunta se o Bradesco ou o Citibank financiam construção de hidrelétricas?”

    Não sei a origem deste “Movimento” no Facebook. Com certeza foi na onda das críticas sobre a política de governo de escolher “campeões nacionais” para os quais dirigir financiamentos e viabilizar crescimento de musculatura para avançar no exterior e competir com estrangeiros.

    Não vou neste artigo comentar se essa política, que foi adotada pela China, e que lá gera grandes resultados econômicos, é interessante ou até o melhor para o Brasil. Prefiro ficar, no momento, na informação de que pode-se mudar atuação do BNDES, mas não se pode acabar com ele, sob pena de acabar com um instrumento ímpar de crescimento econômico autônomo brasileiro e um instrumento de independência de financiamento externo para nossas empresas.

    Digo, ainda, que o meio de se questionar as operações de empréstimos do BNDES não é publicando pechas contra ele, mas fazendo questionamentos ao mesmo, com base na Lei de Informação, e noticiando o que se entenda ser crime ou ilícito (que nunca há nem nunca provaram) ao Ministério Público Federal e ao Tribunal de Contas da União.

    Digo ainda que os EUA, França, Alemanha e Japão também têm meios de financiar suas grandes empresas privadas e dar-lhes subsídios para ganhar mercado dentro e fora de seus países. E não endosso que haja uma cega e irresponsável política de favorecimento fisiológico de campeões. Não é provado favorecimento ao governo pela concessão de tais empréstimos seja a quem quer que seja.

    O BNDES empresta a quem apresenta projeto. Ele não faz projeto para empresas e não deixa de avaliar projetos. E TEM MUITO, MAS MUITO DINHEIRO QUE NÃO PODE E NEM DEVE FICAR PARADO EM CAIXA. Se há projetos de investimentos sendo prejudicados em favor de projetos de “campeões”, que a imprensa mostre isso. Que a imprensa mostre que determinado projeto aprovado estava irregular formalmente ou materialmente e que traga a suas reportagens investigativas os empresários que foram preteridos ilegitimamente!!!

    Quem tem interesse nessas propagandas de fim de BNDES ou aquele antigo “Parem de comprar gasolina em postos Petrobrás” (outro crime contra o interesse público) são em primeiro lugar estrangeiros e empresas estrangeiras gente. Por favor. Olho aberto neste tipo de “movimento”.

    Abraços do seu sempre alerta instrumento de informação social,

    BLOG PERSPECTIVA CRÍTICA

     

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui