Portos, manutenção de juros selic, dólar em baixa, juros futuros em baixa, Marina e a Rede Susutentabilidade… boas notícias

    195
    0

    Não adiantou o mercado soluçar tentando pressionar o governo e o Banco Central a  aumentar juros selic, sob o argumento de que Mantega indicou que a inflação seria combatida com juros Selic..

    Hoje o Jornal do Commercio apresentou um dia de boas notícias.

    Antônio Machado informou, como defendemos, que não há no horizonte grandes razões para subir selic, não sendo desprezível a hipótese de cessão do índice inflacionário, como já se viu no caso do IGP e agora está se vendo no caso do IPCA que apresentou a primeira quadrissemana de fevereiro em 0,88% e na segunda marcou 0,58% e cairá ainda mais podendo fechar fevereiro em 0,45%.

    Ele também apontou que 0,45% ao mês dá 5,53% ao ano, detrno da meta e que 0,37% ao mês gera 4,5% ao ano, dando-nos parâmetros para podermos ver por nós mesmos quando a inflação mensal está ruim ou não. à muuito tempo mencionamos sobre o número mágico de inflação em 0,45% ao mês para garantirmos o controle de inflação. Nós do Blog entendemos que o centro da meta não precisa ocorrer pois é importante incentivbar o crescimento econômico mais robusto para diminuir nosso atraso econômico em relação aos mais ricos.

    Ele mencionou que a inflação de fim de 2012 e do início de janeiro de 2013 foi muito afetada por alimentos, como dissemos. E mencionou, como acreditamos, que a inflação dos últimos 12 meses passar de 6% e cehgar ao teto de 6,5% até junho é um mero “evento estatístico”. Nós acreditamos que esse evento estatístico, como chamado por Antonio, não deve ser confundido com descontrole inflacionário e nem deve enevoar a visão de médio prazo de desinflação que se apresenta em geral, devido à boa safra de alimentos, queda grande de taxa de energia elétrica, queda em índices importantes (vestuário etc..) e ainda alto endividamento das famílias brasileiras que diminui pressão de demanda.

    Com tudo isso Antonio entende que nem governo nem mercado devem se precipitar e que mexer no juros nesse momento seria indicar não ter certeza do que se faz, gerando, aí sim, desconfiança no mercado e desestimulando projetos de investimentos que estão saindo do papel por conta do evidente baixo retorno financeiro dos tíutulos de dívida brasileiros atualmente com o juros em 7,25%.

    Excelente. Tudo de acordo com o que acreditamos.

    A notícia de licitação de portos e em breve rodovias é ótimo, pois gera pressão positiva de aumento de investimentos, o que precisamos no momento.O Investimento Estrangeiro Direto (IED) está muito bom (3º maior no mundo, atrás somente de China e EUA), mas temos de abrir frentes de investimentos e concessões de rodovias, portos e aeroportos me parece excelente meio de melhorar a infra-estrutura e conseguir alavancar a taxa de investimento. Licitações de poços de petróleo também seriam muito benvindas!!

    A queda do dólar no patamar atual de R$1,95 não prejudica a indústria brasileira e pressiona a inflação para baixo. Ótimo de novo.

    E na política, Marina está viabilizando o novo partido Rede Sustentabilidade, criando opção democrática e honesta de termos uma cepa de novos e antigos bons políticos reunidos em uma legenda que junto de PSOL e PPS apresentam-se como quase exclusivos baluartes da moralidade pública.

    Esse foi um bom dia de notícias para o País. Dá para ficarmos satisfeitos com o andamento econômico e político…mais com o econômico do que o político, claro… pois Renan para presidência do Senado é mal presságio para projetos de interesse popular e de realce da ética e moralidade públicas.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui