Perseguição ao Presidente da Standard & Poor’s e “liberdade de mercado” nos EUA

    55
    0

    O presidente da Standard & Poor’s, Deven Sharma, está em compasso de demissão. Após a agência rebaixar o rating dos títulos da dívida americana de “AAA” para “AA+”, o Departamento de Justiça americano iniciou processo investigativo contra a agência de rating e o presidente da agência para “descobrir as possíveis intenções e interesses” de ambos por trás do rebaixamento.

    Coincidentemente, agora, o presidente da agência Deven Sharma será substituído e em um ano será demitido. O trecho que seleciono do artigo no Jornal do Commercio On line de hoje que se refere à justificativa da empresa para a substituição é a seguinte: “De acordo com comunicado, Sharma, de 55 anos, que está no cargo desde 2007, ‘terá uma tarefa especial para trabalhar na revisão da carteira estratégica da empresa até o fim do ano, quando deixará a companhia para buscar outras oportunidades'”.

    Veja a íntegra em http://www.jcom.com.br/noticia/135489/Presidente_da_Standard__Poor’s_sera_substituido‎

    Isso é a liberdade de mercado nos EUA.

    p.s. 25/08/2011: texto revisto. Estranhamos que o processo investigativo aberto contra a Standard & Poor’s e seu antigo presidente, não tenha sido seguido de abertura de processo investigativo de mesma natureza em relação à Ficht e à Moody’s. Quer dizer, só há suspeita de “interesses escusos em rating da dívida americana” quando isso prejudica o Tesouro Americano. Não é uma investigação geral para verificar a independência das agências de rating quando exercem seu mister. Foi investigação somente contra a Standard & Poor’s depois que baixou o rating do título da dívida americana!! E seu presidente, coincidentemente será substituído e em 12 meses demitido! Qual a liberdade haverá para a Moody’s e a Ficht avaliarem o rating dos títulos da dívida americana? Nenhuma, óbvio. Isso é liberdade de mercado?

    p.s. 14/10/2011: texto revisto.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui