Mortes em Acidentes com ônibus. Tripla solução: cobrança de multas, diminuição de ônibus e mais trilhos!!

    31
    0
    Importantíssimo este problema que foi objeto de manchete recente pelo Jornal O Globo!! Mas quando foi abordado não houve uma linha sobre a principal solução para o caso de ônibus que matam no Rio de Janeiro: COBRANÇA DAS MULTAS DOS ÔNIBUS!!!
     
    Senhores, vocês viram o que o Secretário mencionou nas entrevistas como a solução para o caso e o que foi publicado no Jornal? A fantástica solução mencionada era a cobrança “enérgica”, “dura” e “determinada” de que as empresas de ônibus dissessem “doa a quem doer” (atenção que isso é muito forte e impactante)…. suspense… (sim, vou dizer).. A SOLUÇÃO SERIA OBRIGAR AS EMPRESAS DE ÔNIBUS A DIZEREM QUEM SÃO OS MOTORISTAS DOS ÔNIBUS QUE INFRINGEM AS LEIS DE TRÂNSITO!!! ahuahauhauhauhauhauhauhuah
     
    QUE PALHAÇADA!!!! SÃO OU NÃO SÃO CRIMINOSOS O ARTIGO E A PREFEITURA E OS RESPONSÁVEIS PELO TRÂNSITO?!?!?!
     
    Senhoras e senhores, a única coisa que não dizem é que as infrações continuam ocorrendo não porque as empresas não dizem quem é o motorista, apesar de isto poder ocorrer também… mas porque simplesmente não são cobradas as multas contra as empresas de ônibus!!!
     
    Isso é clássico e assim não há porque os motoristas se preocuparem com as multas e qualquer outra infração a leis de trânsito, expondo a vida de todos os cidadãos cariocas que estejam passando em seus caminhos!!
     
    Mas por quê ninguém diz isso? Porque não há interesse. A Federação das Empresas de Transporte, a Fetranspor, é poderosa e financia a campanha política de vários políticos e as empresas de ônibus são empresas e são ricas e a mídia empresarial não pode atacá-los! Então veja, ninguém vai colocar manchetes com a solução real que seria a cobrança de todas as multas de empresas de ônibus.
     
    Assim, o primeiro trimestre desse ano teve mais de 50 mil multas às empresa de ônibus que não serão cobradas! E as empresas que se garantem nisso, continuarão a exigir cumprimento de metas de horários dos seus motoristas e nada mudará, matando cariocas e estrangeiros. 
     
    Este problema é antigo e me lembro que na época de César Maia falava-se que ele não efetuou a cobrança de 16 milhões de reais em multa por infração ao trânsito contra as empresas de ônibus.
     
    É isso, menos dinheiro para escolas, menos dinheiro para a educação, menos dinheiro para o trânsito e asfaltamento de ruas (na verdade pode ser que a arrecadação de multas de trânsito devam ser investidos na administração do trânsito, ou em asfaltamento de ruas.. etc..).. ou seja, menos arrecadação e mais mortes no trânsito simplesmente porque não são cobradas as multas de trânsito de empresas de ônibus!!! Essa é a verdade!!! O erro, esta omissão e este crime, na verdade, que pode ser objeto de investigação do Ministério Público, é perpetrado sempre, sem alteração, pelo Governo Municipal e pelo Governo Estadual no Rio de Janeiro.
     
    Juntamente com esta medida de cobrança de multas, outras três deveriam ser tomadas: diminuição do tamanho de ônibus em linhas da Zona Sul, Tijuca e Barra da Tijuca  ao Centro, diminuição de número de linhas e ônibus nestes mesmos trechos e aumento nos trechos mais longos da Zona Norte, Oeste e Baixada para o centro e Zona Sul e aumento de opções de transporte em trilhos!!
     
    A diminuição de ônibus e linhas nas áreas nobres é porque não há tanta necessidade desses ônibus quanto o há na Zona Norte, Baixada e Zona Oeste, áreas que precisma de mais ônibus e linhas de ônibus.
     
    Com esta medida os ônibus vazios diminuiriam nestas regiões infestadas de linhas e ônibus desnecessários, mas que são o filet mignon, já que o trecho de rodagem é curto, plano e bem asfaltado. Assim poucos passageiros geram bons lucros pois o custo de rodagem é baixíssimo. Já nas regiões mais afastadas, como o trecho é longo (gasta combustível) e mal asfaltado (gasta com manutenção), para aumentar o lucro tais ônibus devem vir lotados. Isso é bom para as empresas e ruim para a população e o trânsito. Mas quem paga a campanha de políticos? A população que vem lotada nos ônibus dessas regiões ou as empresas de ônibus? Então esta medida não será adotada e continuará a haver muitos ônibus desnecessários na Zona Sul, Tijuca e Barra da Tijuca, desconforto para cidadãos da Zona Norte, Oeste e Baixada e muitas infrações de trânsito e mortes, pois com o tráfego lotado de ônibus e os motoristas sendo cobrados, independentemente do caos do trânsito, por cumprimento de horários, infrações e mortes continuarão.
     
    E por fim, outra medida que vem sendo postergada e continuará a avançar a passos curtos: avanço sobre o modal de trilhos!! Isso é o que resolveria o problema de transporte, mas diminui lucros das empresas de ônibus, então vai demorar, se é que virá um dia na dimensão que deve ser.
     
    Veja, uma composição de trem leva centenas de pessoas ao mesmo tempo, o que somente dúzias de ônibus podem fazer!! Isso aliviaria o trânsito imediatamente!!! Mas não constroem linhas de veículos leves, que poderiam estar no lugar dos BRTs, e nem ampliam descentemente o metro ou melhoram os trens da Supervia. Por quê?
     
    Mais uma vez: porque isto não dá lucro a empresa de ônibus e portanto não garante financiamento particular de campanha!!!
     
    E por isso os ônibus, senhores, continuarão em grande número, apesar de não ser meio de transporte público principal em nenhuma grande capital de país rico, seja na Europa seja na América do Norte, seja no Japão. E por isso as infrações de ônibus continuarão!! E por isso o risco à vida dos cariocas e fluminenses continuará no mesmo nível atual!
     
    Cobrem multas!! Adequem linhas e tamanhos de ônibus às reais necessidades da população e não à das empresas de ônibus!! E construam mias modais de trilhos (metrô, VLT e trem)!!!
     
    Isso é que resolverá o problema dos ônibus e as mortes e acidentes no Rio de Janeiro!!
     
    Mas você não verá isso publicado assim de forma alguma amigo… rsrsrsrs
     
    p.s.: Parece que o Governo do Estado está decidido em investir em linhas de VLT por toda a Baixada Fluminense. Se isso for verdade, apesar de não ter vindo a notícia de que também se ligaria a Baixada com o Centro por esta modal (veja se são bobos de prejudicar lucros de empresas de ônibus neste trecho.. rsrsrs), pelo menos neste particular Sérgio Cabral tem nossos aplausos, pois isso pode melhorar muito a vida daqueles cidadãos, ao menos na locomoção dentro da região da Baixada!! Observe que esta medida prejudica mais Vans que fazem a lotada na Região do que as empresas de ônibus que focam mais no trecho Baixada-Centro do Rio… mas antes isso do que nada!! 
    p.s. de 10/05/2013 – texto revisto e atualizado.
     

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui