Início Colunas Minha Música Favorita — parte 1

Minha Música Favorita — parte 1 [por Fernanda Praxedes]

483
0

Escolher músicas preferidas é bem difícil para mim, pois são muitas as que mexem com o coração. Porém, vale ressaltar minha preferência por músicas brasileiras, mais especificamente as que estão dentro da MPB e Nova MPB. Dito isso, decidi dar destaque a uma música que é especialmente marcante. Chama-se “Todxs Putxs”, composta e interpretada pela Ekena. Esta obra musical fala sobre as dificuldades de ser mulher e viver num mundo extremamente machista e misógino. Fala sobre a luta feminista por liberdade e equidade, e garanto que emociona toda mulher que escutá-la prestando atenção na letra. A escolha desta música, dentre tantas outras opções, se deu por acreditar que a arte tem uma missão muito importante, além de entreter, distrair e divertir. A arte é política, a arte muda o mundo, dá esperança, é um meio de comunicação, de manifesto, de revolução. E esta musica faz isso muito bem.

Acredito que, se temos a oportunidade e o espaço para mostrar nossos ideais, dar voz aos nossos pensamentos, lutar pelo que acreditamos, por que não o fazer? Outro motivo que me fez escolher esta música é o fato de eu ser bailarina e enxergar meu corpo e minha dança como mais uma forma de mostrar para o outro esta arte política que falei aqui. Colocar meu corpo e minha arte à disposição da revolução, da mudança que eu e tantas outras pessoas queremos ver no mundo. E sendo a música, no geral, uma inspiração tão grande para movimentar o corpo, e estando ligada tão intimamente ao meu trabalho como bailarina, eu não poderia deixar passar esta oportunidade de falar sobre “Todxs Putxs”, sobre o que ela significa no contexto geral da arte, sobre a voz política que ela tem, sobre o meu corpo como manifesto, sobre a minha dança, e, claro, a potente conexão entre todas essas coisas.

Me chamo Fernanda, tenho 26 anos e danço desde os 9. O que a princípio era só uma atividade de criança, com o tempo foi se tornando mais sério, até eu resolver levar a dança como profissão. Cursei Licenciatura em Dança na Universidade Candido Mendes, aperfeiçoei minha técnica em diversos workshops e fui premiada em alguns festivais de dança pelo Brasil. Sempre movida pela paixão que tenho pela dança, ficar alguns meses sem aulas durante o último ano, por conta da quarentena, me fez começar a produzir vídeos meus dançando dentro de casa, como uma forma de me manter conectada ao que amo. E claro, a música esteve e está extremamente presente nesses momentos, como umas das minhas maiores inspirações. Esses vídeos são sempre postados no meu perfil no Instagram (@praxedesfernanda) na intenção de colocar essa arte à disposição do outro, expondo meus processos criativos.

Antes de começar a criar esses vídeos eu não cultivava o costume de compartilhar meu trabalho nas redes sociais, mas diante de tanto retorno positivo, sem dúvida, esse é um hábito que pretendo levar para a vida toda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui