Início Colunas Meu Livro Favorito — parte 2

Meu Livro Favorito — parte 2 [por Olavo Wyszomirski]

551
0

É impossível falar de um livro favorito, mas diante de tantas perdas, resolvi falar de um morto. E justo de um morto boêmio. Mas, por Deus, como pode um defunto beber, sorrir e namorar? Como pode alguém cujo coração parou de bater, viver? E, ainda assim, morrer três vezes? Com “A Morte e a Morte de Quincas Berro D’água” não só não é impossível, como ainda por cima é crível! O defunto Berro D’água simplesmente recusa-se a crer que, por definição, não pode viver. O morto Quincas Berro D’água não só não morre e não envelhece, como ainda por cima é eterno! É como se dissessem que o livro e o personagem se recusam a morrer! Daí a escolha por esse livro do Jorge, cuja edição original é de 1961! Seis décadas se passaram e, daí, é como se dissessem ― Sabe, o seu livro hoje, mais do que nunca, segue exatamente como você. Amado!

Texto de Olavo Wyszomirski.

Olavo Wyszomirski é baiano. Escritor. E fã confesso de Jorge Amado. Das suas próprias histórias, Olavo Wyszomirski publicou “Lugares” e “Histórias do Vidigal”, ambos livros de contos; “A Lírica da (In) Certeza”, de poemas e aforismos e, durante a pandemia, o seu primeiro livro infantil, “Meu amigo Lázaro”! Com ilustrações belíssimas de Júlio Carvalho, “Meu amigo Lázaro” é um livro singelo, pequenino, uma jóia rara que fala, sobretudo, sobre a perda! “Meu amigo Lázaro” fala, sobretudo, sobre a beleza dos encontros! E por falar em encontros, Olavo Wyszomirski teve recentemente um conto adaptado para a linguagem audiovisual, o curta-metragem DE PANO E REMENDADA! O curta, que conta a história de uma boneca de pano que sofre um relacionamento abusivo, foi contemplado em 2021 com o #ondasdacultura, prêmio da @funarj, a Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro. Para quem tiver curiosidade, vale ― e muito ― dar uma conferida na forma como o tema do abuso é abordado no filme. O Curta-Metragem DE PANO E REMENDADA você encontra gratuito, disponível no Canal do You Tube da própria @funarj.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui