Médico e Pesquisador da USP Renato Meneguelo afirma: Fosfoetanolamina funciona contra o câncer

    61
    0

    Atenção!! Urgente a matéria!! O médico e pesquisador da USP, Renato Meneguelo declarou ao Jornal O Globo que a substância e seus efeitos positivos contra o câncer foram objeto de tese defendida em bancas universitárias, com efeitos comprovados de reverter melanomas, dando origem a vários artigos publicados em revistas internacionais sobre o tema. Ele está indignado com a postura da USP em desprestigiar os efeitos da substância.

    É BOM, PORTANTO, DESTACAR QUE O PESQUISADOR RENATO MENEGUELO PUBLICOU SUA TESE SOBRE A FOSFOETALONAMINA E SEUS EFEITOS PARA TRATAMERNTO DE CÂNCER EM 2007 E FOI PUBLICADO EM REVISTAS INTERNACIONAIS SOBRE MEDICINA, CONFORME PUBLICADO NO ARTIGO DO JORNAL O GLOBO ON LINE DE 16/10/2015, ÀS 09:55, ATUALIZADO ÀS 13:05H, SOB O TÍTULO “Advogado obteve droga não testada para mãe com câncer”. Olhe o trecho destacado:

    ” (…)Coordenador de estudos com a substância, o pesquisador aposentado Gilberto Chierice não foi encontrado pela equipe do GLOBO. O médico e pesquisador Renato Meneguelo, que estudou a fosfoetanolamina sintética na USP, revoltou-se com a posição da unidade:

    — A gente fez um trabalho, defendeu em bancadas, e agora não tem comprovação? Publiquei a primeira tese que fala do composto em tumores e melanoma em 2007. Há trabalhos indexados em revistas internacionais dizendo que a fosfoetanolamina funciona em tumores.” “.

    Isso é grave!!!! Há o medicamento. A tese foi publicada pelo médico pesquisador, mas a USP renega, a Fiocruz não inicia o procedimento de pesquisa clínica e a Anvisa não libera o medicamento par uso na condição de medicamento experimental, que pode ser usado por conta e risco do paciente, após indicação médica e apresentação do doente em voluntariado para participar da experiência.

    Enquanto isso, crianças e adultos morrem de câncer sem ter acesso a esta substância que já teve efeitos positivos provados em bancas universitárias e artigos publicados em revistas internacionais. Um absurdo e descalabro com a saúde pública!

    A partir daqui, leitor, tire suas próprias conclusões sobre se deva a fosfoetalonamina ser liberada para uso como medicamento experimental ou não para pessoas (adultos e crianças, repito, crianças!!!!!!) em fase terminal de câncer.

    p.s.: Obrigado Marcelo Alves por seu artigo mandado a mim para a ciência e análise sobre a questão, em especial sobre o artigo acima comentado sobre o advogado que obteve a fosfoetalonamina à sua mãe em fase terminal de câncer. A publicação da indignação do médico e pesquisador da USP é fantástico para provar que a decisão do STF foi correta. Você ajuda na deflagração da campanha do Blog Perspectiva Crítica pela liberação da substância fosfoetalonamina como medicamento experimental para todos os pacientes terminais de câncer. Todos os méritos também serão seus, no êxito desta empreitada. Todos os deméritos, no tanto, reservo exclusivamente ao Blog Perspectiva Crítica e a mim, pessoalmente, por tutelar esta demanda social. Muito obrigado a vocês. O Brasil, bem informado, é uma Suécia… só que melhor, porque, além de tudo, ainda será o Brasil!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui