Índices de inflação no mundo em 2010 e constatação sobre juros básicos brasileiros

    5
    0

    Pessoal, encontrei um site interessantíssimo sobre informações de índices de inflação. Acesse www.global-rates.com

    Abaixo transcrevo a tabela que eles publicaram para as principais economias no mundo para o ano de 2010, mas há muitas outras informações. Fiz a classificação por ordem crescente de inflação, ou seja, do melhor índice para o pior. Após, diante desta foto inflacionária, faremos curta constatação e comentário sobre os juros praticados no nosso País.

    “Resumo dos números de inflação em 2010
    Número de inflação país / região tipo inflação 2010 (anual)
    IHPC Irlanda……………………….ihpc -0,189 %
    IPC Japão………………………….ipc 0,000 %
    IPC Suíça………………………….ipc 0,522 %
    IHPC Eslováquia…………………….ihpc 1,265 %
    IPC Irlanda………………………..ipc 1,292 %
    IPC Eslováquia……………………..ipc 1,341 %
    IPC Estados Unidos………………… ipc 1,495 %
    IPC Alemanha……………………….ipc 1,670 %
    IPC Chile………………………….ipc 1,721 %
    IPC França…………………………ipc 1,767 %
    IHPC Holanda Holanda………………..ihpc 1,843 %
    IHPC Alemanha………………………ihpc 1,852 %
    IPC Itália…………………………ipc 1,880 %
    IPC Eslovénia………………………ipc 1,900 %
    IPC Holanda………………………..ipc 1,922 %
    IHPC França………………………..ihpc 1,998 %
    IHPC Itália………………………..ihpc 2,093 %
    IHPC Suécia………………………..ihpc 2,101 %
    IHPC Austria……………………….ihpc 2,174 %
    IHPC Eslovénia……………………..ihpc 2,204 %
    IHPC Eurozona………………………ihpc 2,232 %
    IPC Chéquia………………………..ipc 2,303 %
    IPC Austria………………………..ipc 2,311 %
    IHPC Chéquia……………………….ihpc 2,327 %
    IPC Suécia…………………………ipc 2,334 %
    IPC Canadá…………………………ipc 2,352 %
    IHPC Portugal………………………ihpc 2,446 %
    IPC Islândia……………………….ipc 2,481 %
    IPC Portugal……………………….ipc 2,517 %
    IPC Israel…………………………ipc 2,662 %
    IPC Noruega………………………..ipc 2,758 %
    IHPC Dinamarca……………………..ihpc 2,762 %
    IHPC Finlândia……………………..ihpc 2,770 %
    IPC Luxemburgo……………………..ipc 2,775 %
    IPC Dinamarca………………………ipc 2,835 %
    IHPC Polónia……………………….ihpc 2,905 %
    IHPC Espanha……………………….ihpc 2,906 %
    IPC Finlândia………………………ipc 2,927 %
    IPC Espanha………………………..ipc 2,989 %
    IPC Bélgica………………………..ipc 3,102 %
    IHPC Luxemburgo…………………….ihpc 3,111 %
    IPC Polónia………………………..ipc 3,136 %
    IHPC Bélgica……………………….ihpc 3,380 %
    IPC África do Sul…………………..ipc 3,391 %
    IHPC Islândia………………………ihpc 3,484 %
    IPC Coreia do Sul…………………..ipc 3,515 %
    IPC Grã-Bretanha……………………ipc 3,694 %
    IHPC Grã-Bretanha…………………..ihpc 3,730 %
    IPC México…………………………ipc 4,401 %
    IHPC Hungria……………………….ihpc 4,609 %
    IPC Hungria………………………..ipc 4,689 %
    IHPC Grécia………………………..ihpc 5,154 %
    IPC Grécia…………………………ipc 5,179 %
    IHPC Estónia……………………….ihpc 5,419 %
    IPC Estónia………………………..ipc 5,716 %
    IPC Brasil…………………………ipc 5,909 %
    IPC Turquia………………………..ipc 6,401 %
    IHPC Turquia……………………….ihpc 6,404 %
    IPC Indonésia………………………ipc 6,955 %
    IPC Rússia…………………………ipc 8,774 %
    IPC India………………………….ipc 9,468 %
    (fonte: http://pt.global-rates.com/estatisticas-economicas/inflacao/2010.aspx) “

    Seria natural, após a crise gigantesca de 2008/2010, que índices inflacionários baixos ocorressem, haja vista a baixa atividade econômica geral. Mas é importante notar que os países centrais, remunerando os juros básicos entre 0,25% e 0,5%, estão gerando prejuízo financeiro para detentores de títulos europeus, janponeses e americanos. Os juros reais praticados por eles é negativo.

    Daí sustentarmos que juros brasileiros de 11,75% nominais e 5% reais criam um desnível muito grande com o mundo e nossa inflaçlão não é nem tão grande para compensar isso. O resultado estamos vendo: atração de dólares do mundo todo para nossos títulos, pressão de baixa no câmbio, necessidade de enxugar estes dólares por emissão de títulos públicos e aumento de dívida.

    Temos de desfazer o sistema de combate à inflação exclusivamente por aumento de juros, pois isto não está solucionando a inflação e está prejudicando nossa exportação, criando risco de desindustrialização a médio prazo. Por isso o BACEN está perfeitamente correto em insistir em medidas macroprudenciais.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui