Dois artigos interessantes da Miriam – preparação para a hipótese de o BC não subir juros

    31
    0

    Pessoal, leiam os últimos artigos da coluna da Miriam:

    http://oglobo.globo.com/economia/miriam/posts/2013/03/14/balanco-dos-riscos-489727.asp

    http://oglobo.globo.com/economia/miriam/posts/2013/03/14/ata-mostra-que-bc-enfrenta-varias-limitacoes-489742.asp

    Compare agora com nossos dois últimos artigos econômicos (“Análise Econômica Março de 2013” e “Confirmada queda de inflacção”).

    Está me parecendo que já estão lidando com a possibilidade de os juros selic não aumentarem esse semestre, como defendemos e justificamos no nosso BLOG, e estão procurando justificar uma atuação do BC em não subir juros, como disseram que subiria, apelando para aquele sempre negócio de que o BC só não fará o que deve (aumentar juros) por ter politizado a mecânica de aumento e baixa de taxa de juros.

    Vejam, quero que percebam que os acompanhamentos do nosso BLOG são sempre retilíneos e coesos. Naturalmente já discordamos das atitudes do BC, em especial quando subia toda a reunião o juros selic durante a crise financeira, quando todos baixavam juros, por exemplo. Mas apresentamo-nos sempre com exposição de raciocínio e justificando o que entendemos que deveria acontecer e como deveria acontecer.

    Isso até hoje, não gerou ainda, mas reconheço que dependendo da evolução da inflação pode ocorrer, a necessidade de sugerirmos aumento de selic ou compreensão de horizonte inflacionário que sugira aumento de juros selic. Mas várias vezes informamos porque aumento de juros não seria interessante, apontando outras saídas, comparando com saídas adotadas no estrangeiro, ponderando sobre efeitos sobre câmbio, atividade industrial brasileira e evolução da dívida pública em caso de aumentos de selic de forma indiscriminada.

    Mas o que é raro de você ver é a mídia convencional sugerir algo que não seja aumento de juros. Para qualquer problema inflacionário, inclusive indiferentemente se há pressão inflacionária de demanda ou de oferta. Nunca se podenra as reais causas da inflação. Nunca se pondera se medidas macroprudenciais podem ser adotadas antes de aumento de juros selic, e mesmo quando se aborda, em todos os casos, DIGO TODOS OS CASOS QUE LI ATÉ HOJE, desde mais detidamente o ano de 2008, a sugestão do mercado e da grande mídia SEMPRE FOI AUMENTO DE JUROS SELIC.

    E sempre foi dito que se não aumentasse juros selic, seria por pressão política do governo. Nunca houve apontamento pelo mercado ou mídia de direção inovadora em outro sentido, mesmo com outros países, como a China, controlando a inflação mais por medidas macroprudenciais, como aumento de depósito compulsório.

    Então, sugiro para a grande mídia o seguinte: para não cair em contradição com os fatos que se apresentam, para não ter que ficar criando justificativas prévias de porque o BACEN não aumenta o juros selic depois de mercado e mídia terem destilado semanas de argumentos que tentam criar ambiente de descontrole inflacionário e fiscal, quando logo em seguida saem resultados que demonstram justamente o contrário, SEJAM MAIS PONDERATIVOS E MENOS OBJETIVOS E MESSIÂNICOS EM QUERER APONTAR AUMENTODE JUROS.

    Peço ao mercado e à mídia convencional que pondere as várias causas e os vários fatores que envolvem aumento de Selic (câmbio, atividade industrial, emprego). Peço que vejam se é possível adotar outra medida que não seja aumento de selic para controlar a inflação, porque tudo isso é mais verdadeiro, é mais honesto, facilita a posição adotada para eventual sugestão (aí sim) de aumento de juros selic. E muito importante: se vocês fizerem isso vão anular boa parte da importância deste BLOG!! A bem do Brasil.

    Se vocês não fossem tão focados em obter lucros com aumento de selic, não ficariam somente pressionando o BACEN a aumentar SELIC para qualquer fôlego, suspiro ou pique inflacionário.

    Mas não farão isso.. sabem porque, porque o interesse em obter lucros a partir de aumento de juros do governo , que significa aumento de dívida pública, é muito grande. Aí, prevêem catástrofe… pressinam o BC, e o BC não sucumbe ao mercado e a catástrofe não vem.. fica feio, como quando o BC baixou juros selic em julho de 2011. Não aumentar selic na época foi dito pelo mercado que era porque pela primeira vez o BC tinha um funcionário de carreira do Banco na presidência e que por isso ele não era autônomo em relação ao governo. Foi quem baixou juros pra caramba e a inflação caiu junto!!! Brincadeira. Todos os anteriores provindos do mercado só subiam e a inflação estava lá… naquela espiral inflação sobe, sobe juros, atrai capital para receber juros e não produz, não aumenta oferta, sobe inflação, e pede para subir juros… e assim a dívida pública aumentava (prejudicando investimetno público, crescimento econômico e melhoria de prestação de serviço público) e o lucros dos bancos engordavam sem sobrear valores para emprestar ao consumidor, porque empresatar ao governo é mais fácil e garantido. 

    Bom, com queda de juros selic e queda de juros bancários (mais recente), o ambiente econômico ficou melhor par a produção, a inflação está sob controle, houve aumento de empregos, PIB, atividade econômica, lucratividade de todos e invclusive de bancos, com diminuição de dívida pública e melhoria de prestação de serviço público (mais contratação e mais prestação de serviço), inclusive com aumentos recordes de lucratividade de bancos. Claro, pois banco vive com a economia que existe. Se a economia cresce o banco pode crescer mais.

    Então não é melhor fazermos análises mais ponderadas para ajudar o crescimento econômico e criar mais oportunidade para todos, com menos dívida pública, para aumentar prestação de serviço público à população que dela necessita, para aumentar valores públicos e privados que podem ser direcionados à produção?

    Dá pra pararem de serem parasitas sanguessugas e querer aumentar somente juros selic par qualquer coisa?!?! Dá pra sugerir novidades na condução da política econômica? POrque a adoção de medidas macroprudenciais veio do governo, não foi idéia do mercado!! Dá pra ajudar? Dá para ter compromisso com crescimento econômico e melhoria de perfil da dívida brasielria e liberação de valores para a produção? Isso vai aumentar a lucratividade dos bancos também!!!

    Mas não dá, né?  A pressão por apresentação de lucros altos e rápidos no fim do ano para os acionistas não deixa. E assim ficamos nessa palhaçada. Pelo menos os nossos leitores conseguem acompanhar o que acontece, porque aumento de selic é melhor em um momento e em outro não é.

    Nós fazemos nossa parte.  

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui