Confirmada queda de 33% na inflação de janeiro para fevereiro de 2013, segundo o IGP-DI

    37
    0

    Confirma-se a previsão de alta queda de inflação no mês de fevereiro, como previsto pelo Blog Perspectiva Crítica. Segundo notícia de hoje no Jornal O Globo On line, o IGP-DI baixou de 0,30% em janeiro de 2013 para 0,20% em fevereiro de 2013, ou seja, uma queda de 33% neste índice.

    Em grande parte, segundo a notícia, a queda se deveu ao impacto positivo da queda de tarifa de energia elétrica e da queda de produtos agropecuários.

    Aguardamos os outros índices de inflação, em especial o INPC e o IPCA para fazermos a comparação com seus índices em janeiro/2013.

    A indústria também está adaptando-se à notícia de que a China combate a especulação imobiliária e isso pode arrefecer a demanda por commodities e produtos que vendemos aos chineses. Não há pressão externa para a inflação visível a curto prazo.

    Neste contexto, apesar de a grande mídia ter exigido aumento de juros básicos nestes dois últimos meses de forma veemente, por pressão imediata inflacionária, acreditamos que não haverá alteração do juros selic hoje à noite, quando o Copom apresentará sua justificativa para movimentar ou não a Selic.

    Acesse, em complemento:
    http://www.jcom.com.br/noticia/144171/FGV_inflacao_medida_pelo_IGP-DI_desacelera_para_alta_de_020_em_fevereiro
    http://oglobo.globo.com/economia/petrobras-reajusta-diesel-em-5-pressiona-ainda-mais-inflacao-7751418
    http://oglobo.globo.com/economia/acoes-da-petrobras-se-valorizam-12-puxam-ibovespa-7755733

    Resta confirmada nossa expectativa declarada no artigo “Comentário Econômico de Fevereiro de 2013”, contra as expectativas absurdamente negativas da grande mídia que enaltece tudo o que for favorável a uma maior remuneração dos bancos e das instituições financeiras, às custas da dívida pública.

    Não que não entendamos que possa ocorrer em determinadas situações aumento de Selic para conter a inflação, mas o BLOG acredita que não há no momento motivos para tanto, sejam internos ou externos, da mesma forma em que antes de aumentar selic, deveriam ser adotadas medidas macroeconomicas para controle de inflação, tais como diminuição de prazo para empréstimos, aumento de depósito compulsório e aumento de percentual de dinheiro próprio dos bancos em cada operação de empréstimo. Isso contém inflação de demanda, sem aumentar dívida pública… mas diminui lucratividade de bancos e instituições financeiras… China não aumenta juros.. aumenta depósito compulsório de bancos.

    p.s. de 08/03/2013 – texto revisto e corrigido com ajuda de Paulo Otávio Gravina.

    P.s de 08/03/2013 – Notícia publicada no Jornal O Globo On Line informa os índices do IPCA e INPC recém divulgados pelo IBGE: INPC desceu de 0.92% em janeiro de 2013 para 0.52% e o IPCA de 0,86% para 0,60%. Todos os índices, portanto, confirmaram baixa dos índices de inflação e repercussão positiva das medidas do governo de queda de tarifa de energia elétrica, mesmo com pressão altista de de educação e alguns contratos sempre corrigidos em início de ano e mesmo com manutenção de juros selic em 7,25%.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui