Confirmação de previsão e análise do BLOG sobre uso das reservas internacionais para conter aumento do dólar: 28 bilhões de reais gastos

    28
    0

    O Blog, em recente artigo que não achei no momento, deu a informação de que, consoante informações salpicadas em jornais, as reservas internacionais poderia ter gastado até 40 bilhões de reais das reservas cambiais. Naquela oportunidade dissemos que o gasto das reservas poderiam ter chegado a dez por cento de seu total, mas aparentemente à vista o gasto pode ter sido de 5%, mas com o somatório geral, incluindo intervenções no mercado futuro de dólar, que não impactam imediatamente nas reservas, o valor pode ter chegado a esses dez por cento mesmo, para um período de quatro meses de intervenção.

    Hoje, o Jornal O Globo On Line publicou artigo em que Mantega informa que temos 372 bilhões de dólares em reservas. Isso significa que nas reservas à vista foram gastos em torno de 28 bilhões de dólares ou até 56 bilhões de reais, já que chegamos a ter 400 bilhões de reais de reservas internacioinais.

    Mas o movimento pode ter sido um pouco maior porque há muita intervenção que é feita no mercado futuro, através de contratos de swap e etc, e que não usa dólares à vista, ou seja, que poupam as reservas internacionais disponíveis de forma imediata em dólar in cash.

    Acesse a informação correlata em http://oglobo.globo.com/economia/mantega-diz-que-nao-ha-fundamento-em-pessimismo-do-mercado-9580003

    De qualquer forma, o gasto foi grande e é o que poderia estar legitimando de forma mais substancial o movimento de aumento de juros procedido pelo Bacen, entrentanto, esse momento dito de volatilidade pelo Ministro Mantega não pode ser controlado somente por aumento de juros que prejudica o crescimento do Brasil e a geraçlao de emprego.

    Como sempre falamos aqui, um movimento de atração de dólares pelo Tesouro Americano (fato externo e fora do controle do Tesouro e do Bacen) deve ser atacado com a oferta de oportunidades de investimentos nas concessões no Brasil, aumentando o fluxo de entrada de investimento externo direto e, assim, competindo melhor com o Tesouro Americano, sem elevar nossa dívida e sem sacrificar crescimento econômcio e geração de emprego.

    p.s.: o artigo abaixo do Jornal O Globo on line informa que as intervenções somaram até agora 31 bilhões de dólares, ou uns 65 bilhões de reais. Veja em  http://oglobo.globo.com/economia/apesar-da-injecao-de-us-31-bi-em-34-intervencoes-do-bc-dolar-subiu-823-desde-fim-de-maio-9337822
    O Blog Perspectiva Crítica normalmente te informa vários fatos com antencedência e nosso erro em ordem de valor é sempre baixo. Aqui você fica antecipadamente bem informado sempre. Importante salientar que como dissemos aqui, parece que o dólar ficará em patamar mais alto e que não adianta o Bace ficar queimando muito a reserva cambial com isso pois o movimento de volatilidade é mundial.. Veja esse trecho do artigo enunciado nesse p.s.:
    “— O BC está perdendo a aposta com o mercado. Já passou da hora de mudar de estratégia — disse.”
    A solução para a estabilização do dóalr virá com a definição do FED sobre se diminui injeção de dólares nos EUA ou não e o deslanchar das concessões para atrair bilhões de dólares em pagamnto do preço da licitação e dos investimentos posteriores.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui