Reprodução do artigo : “Crise Econômica ou guerra psicológica?”, de Theotonio dos Santos

    57
    0

    Theotonio dos Santos é renomado cientista social, especialista na teoria da divisão mundial de trabalho entre países ricos e pobres, professor  em instituições de ensino das Nações Unidas, tendo publicado livros e artigos científicos múltiplos durante sua vida, inclusive o livro “Comissão Trilateral”, em companhia de outros dois cientistas socias norteamericanos.

    Publico sua opinião e alerta, transcrevendo na íntegra seu artigo acima mencionado, no intuito de apresentar ao leitor um contraponto às manchetes cotidianas de desastre econômico no Brasil (risível), e porque tal artigo faz uma acusação séria de que os três países fortes e autônomos na América do Sul, hoje governados pela esquerda, estariam sendo alvo de movimentos coordenados de direita, com sede no exterior, e apoio interno da oposição, no sentido de desestabilizar tais governos através da violência.

    Deixo claro que a situação econômica da Argentina e Venezuela não se comparam à do Brasil. Estes países estão com políticas econômicas que o Blog Perspectiva Crítica considera desastrosas e que nem de perto são as aplicadas no Brasil do atual governo petista. Entretanto o Blog nota a publicação diuturna da desgraça econômica brasileira, o que é irreal, mentiroso e somente encontra hoje algum reflexo em poucas formas de ver a economia diante da mundança de política expansionista monetária norte americana, além da estabilidade da situação crítica da Europa e da queda de crescimento chinês, o que está fazendo o capital internacional se reajustar e sair de mercados emergentes e voltar para posições na Europa destruída e nos EUA que ensaia uma melhora econômica depois de cinco anos de desastre econômico e social.

    Assim, me chamou a atenção a publicação de um cientista brasileiro de altíssimo nível, referendado mundialmente, professor das Nações Unidas para a coincidência de movimentos violentos nesses três países, principalmente porque aqui acabou de ocorrer o caso de morte de um jornalista, por causa de execução de métodos violentos em manifestações sociais pacíficas. Pior, ainda… foi descoberto que pessoas pagam a jovens manifestantes para serem violentos e distribuem rojões e coquetéis molotovs para estes jovens, que não sabem sequer identificar de onde vem o dinheiro, que se lhes dão, e/ou as armas que chegam a suas mãos.

    Como na Venezuela o governo expulsou três diplomatas americanos acusando-os de incitarem seus jovens contra o governo, através de reuniões em faculdades, acho que é dever da Polícia do Rio de Janeiro descobrir quem financiou os atos violentos de alguns jovens em meio a uma manifestação pacífica.

    Não é enaltecer ou subscrever teorias conspiratórias, que, devo dizer, existem. Mas é ficar, como Theotonio pede, ALERTA. Alerta à hipótese. Alerta ao que acontece no nosso país, principalmente, para que movimentos sociais não sejam manipulados por quem quer que seja, de direita, de esquerda, do estrangeiro, para que não culpemos pessoas e partidos erroneamente, como O Globo fez com Marcelo Freixo e o PSOL e teve de se desculpar (desculpou-se no Jornal Nacional de 17/02/2014, assim como com o editorial “O dever de um jornal”, em que admitiu que acusou Freixo porque um advogado disse que a “Sininho”, ao telefone, disse”… isso é base para publicação de acusação de proximidade e apoio à violência?!?!?)… e para que encontremos os reais agressores da democracia e da paz.

    Abaixo o artigo publicado hoje, 18/02/2014 no Blog do Theotonio dos Santos:

    terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

    Crise Econômica ou Guerra Psicológica ?

    A Rede de Intelectuais em Defesa da Humanidade a qual pertenço e sou um dos Fundadores e cuja sede se encontra na Venezuela chama atenção para a gravidade das ações terroristas em marcha na Venezuela.
    O documento abaixo preparado por Atílio Boron chama atenção sobre o caráter dessa conspiração e já conta com a adesão de um grande número de intelectuais e artistas que compõem a Rede, mas por você também pode subscrevê-la dirigindo-se ao site da Rede: http://humanidadenred.org.ve/
    Hoje mesmo, terça-feira, foi convocada uma grande mobilização com o objetivo de criar novos conflitos que ajudem a colocar em questão o Governo legítimo e democrático da Venezuela.
    Pode se notar também a expansão destas propostas aventureiras de caráter golpista na Argentina conforme se pode ver na imprensa internacional.
    No Brasil há uma tentativa de explorar as debilidades do Governo atual diante das pressões do Capital Financeiro aumentando de maneira absolutamente injustificável uma taxa de juros já altamente elevada, que inviabiliza o desenvolvimento do País. Nota-se que um esquema de guerra psicológica está em marcha aproveitando da alta inflação combinada com queda do crescimento e até uma possível recessão durante o ano eleitoral. Os intelectuais orgânicos da Direita estão excitados apesar de que os estudos de opinião não lhes da até agora muitas expectativas favoráveis. Portanto a palavra neste momento é ALERTA.
    Comunicado
    Desde hace varias semanas la derecha fascista en Venezuela ha venido llevando a cabo un conjunto de acciones de desestabilización, orquestadas en acompañamiento con las agencias de inteligencia del imperialismo. El plan tiene como principal objetivo generar situaciones de violencia en las calles, especialmente en los Estados fronterizos con la República de Colombia. Dentro de estas acciones se sitúa el asedio y ataque a la Residencia del Gobernador José Vielma Mora en el Estado Táchira, del cual fueron víctimas su esposa, hijos y niños en condiciones especiales que reciben allí tratamiento médico. Lideradas y aupadas por partidos de extrema derecha como Voluntad Popular, estas acciones se repitieron en otras ciudades del país provocando heridos, cierre de calles, destrucción de propiedad pública y privada, así como actos de provocación a las fuerzas policiales; hasta que en el día de ayer, 12 de Febrero, fecha en la que se realizaban los actos en conmemoración del Bicentenario de la Batalla de La Victoria y Día de la Juventud, la violencia hizo máxima eclosión tras sendas manifestaciones pacíficas de parte de jóvenes revolucionarios y de oposición, con un saldo terrible de tres personas muertas, la quema de cinco vehículos oficiales, la destrucción de la fachada de la sede principal de la Fiscalía General de la República, y el asedio e intento de destrucción de varias oficinas de instancias judiciales y gubernamentales, que hacen pensar en un plan de tipo ucraniano. Todo ello en coincidencia con el continuo llamado público de Leopoldo López y María Corina Machado de “salir a la calle sin retorno”, hasta lograr que el Presidente de la República renuncie.
    En este sentido, la Red de Intelectuales, Artistas y Movimientos Sociales en Defensa de la Humanidad no puede dejar de fijar posición ante estas acciones que son producto de un plan deliberado que intenta llevar a Venezuela hacia una guerra civil que le abra las puertas a la intervención del imperio. Ya basta de violencia y de muerte por ambiciones de poder y dominio.
    Por estas razones:
    1. Lamentamos profundamente el fallecimiento de los tres ciudadanos que cayeron víctimas de la intolerancia durante el día de ayer, y exigimos que se haga justicia expedita a través de la aplicación estricta de la ley, para que nunca más agentes aventureros del imperialismo perturben la paz de la Patria.
    2. Condenamos enérgicamente estos actos de violencia y nos unimos al llamado de paz realizado por el Presidente de la República Nicolás Maduro Moros, al tiempo que manteniendo firme el legado del Comandante Hugo Chávez, reafirmamos el carácter pacífico que siempre ha caracterizado a la Revolución Bolivariana.
    3. Hacemos un llamado a todos aquellos que tienen diferencias con el Proyecto Bolivariano, para que éstas sean expresadas de manera verdaderamente pacífica, sin alterar el orden y la vida pública, en los distintos espacios de diálogo que garantiza la Constitución de la República Bolivariana de Venezuela, y que la revolución siempre ha proveído para la expresión de todos y de todas.
    4. Finalmente, hacemos un llamado a la solidaridad internacional para derrotar cualquier intento de imponer la violencia en un país que avanza con firmeza hacia una sociedad de justicia, igualdad y paz.
     
    2014: Año de la Juventud Bicentenaria.
    “No podemos optar entre vencer o morir. Necesario es vencer”

    Acesse o original em http://theotoniodossantos.blogspot.com.br/2014/02/crise-economica-ou-guerra-psicologica.html
     
    Deixamos claro, mais uma vez que não endossamos a política econômica da Venezuela e da Argentina, mas defendemos a autodeterminação dos povos. Os argentinos são quem devem eleger outro governante, assim como é o povo venezuelano que deve eleger a oposição. Se há movimentos de oposição bancados por estrangeiros, pelo menos deve ser visualizado, comprovado e publicado. Se movimentos de direita ou esquerda de um país pregam e financiam a violência em manifestações sociais, para desestabilizar governos eleitos democraticamente, então isso deve ser descoberto, investigado e publicado.
     
    Nosso objetivo com essa transcrição é dar eco à posição e publicação de um renomado cientista brasileiro que prega o alerta aos brasileiros.
     
    O Blog Perspectiva Crítica procura sempre estar alerta. Democracia também pressupõe respeitar o resultado das urnas, mesmo quando não se gosta do governo que está no poder… caso contrário.. se o partido que te representa entrar no poder, por que se deverá esperar que a oposição e seus partidários, hoje no governo, o respeitem?
     
    A tese apresentada por Theotonio dos Santos, dando eco a um comunicado internacional que faz tal tipo de acusação é para merecer alguma reflexão. Até mesmo em função do que está acontecendo no Brasil, seja em propaganda de caos econômico ( o que é mentira), seja em violência de manifestações, acusações de financiamento dessa violência sem saber-se os mandantes, bem como a pressa da mídia de mercado em acusar um renomado político da esquerda do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo, de conduta ilibada, além de sugerir acusações de seu partido o PSOL. Parece que o que Theotonio publica que acontece em outros países da América do Sul também está ocorrendo aqui.  

    ALERTA. A mídia não é baluarte da verdade, infelizmente. Se fosse, não teria que se desculpar pelo erro com Marcelo Freixo e o PSOL.

    p.s. de 19/02/2014 – texto revisto e ampliado.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui