Petrobrás, Espionagem Americana, Merval Pereira e interesses brasileiros

    25
    0

    Gravíssimo. Gravíssimo, gravíssimo e gravíssimo. Não há qualquer justificativa para que a Petrobrás constasse de espionagem de uma agência de inteligência do governo norteamericano, a não ser o inteeresse comercial, econômico e estratégico.

    A presidente Dilma, como publicado hoje, 10/09/2013, no Jornal O Globo, disse muito bem que isso evidencia que a atuação e espionagem americana, em relação a dados privados de autoridades brasileiras, cidadãos e empresas brasileiros, não se apresenta como “meio de defesa contra terrorismo internacional”. A invasão de dados da Petrobrás, se confirmada (e parece que foi exatamente isso que ocorre há anos!!!) evidencia que a atuação da NSA (agência de espionagem e defesa nacional norteamericana) inclui a pirataria de dados estrangeiros privados e estatais com interesses econômicos e comerciais para beneficiar seu País, suas empresas em detrimento ao direito de privacidade, da livre concorrência e infringindo leis internaciionais e princípios éticos exigíveis de qualquer país em todo o mundo.

    Que empresas privadas tentassem fazer isso, todos sabiam que seria possível. Mas um Estado organizado, um país oficialmente utilizar seu aparato de seguarança institucional e nacional para usá-lo contra a privacidade de dados privados e de outros Estados, inclusive contra países aliados e amigos, é um golpe duro de digerir. É alta traição da relação de confiança e respeito que deve haver entre países amigos. É o cúmulo do absurdo!!!

    Daí dá pra se ver que não se pode confiar em um país que faz uma coisa dessa natureza. É claro que em se tratando dos EUA não está havendo declaraçãoes de países europeus sobre o problema e nem mesmo estãos sendo questiuonados pela mídia mundial acerca de suas posições em relação à questão. Mas se isso tivesse sido feito por Cuba, China, Irã ou Rússia.. eu imagino a quantidade de declarações de líderes europeus que estariam fazendo fila para falar do púlpito da ONU.

    Esse caso é emblemático sobre a forma como os países, a mídia internacional, os EUA e os líderes europeus se comportam. É importante não se diminuir o que está acontecendo. O Brasil está cobrando explicações sozinho. Sozinho não.. ao menos os BRICS se pronunciaram sobre a questão, a pedido da Dilma, com preocupação e atenção.

    Agora, o que é pior não é estarmos cobrando explicações sozinhos de um ato atentatório contra nossa soberania. É ter um jornalista brasileiro de renome, como Merval Pereira, publicando na coluna do Jornal  O Globo de hoje, 10/09/2013, que o governo “se aproveita de um fato internacional para desviar a atenção de probelams internos” (citação livre). Ora, nesse momento de ataque, repito, ataque contra nossos interesses econômicos, contra a higidez e segurança dos dados sigilosos da maior empresa do País, a Petrobrás, e contra nossa soberania, como pode tal jornalista focar sua coluna numa perspectiva como essa?

    E ainda menciona que a Presidente “se aproveita desse fato (a publicação de invasão de comunicações da Presidente e da Petrobrás) para alimentar o mito do interesse americano sobre nossas riquezas” (citação livre). Mito?!?! Mito?!?! De que lado o Merval Pereira está?!?! As informações de violação de dados da Petrobrás pela NSA prova a existência de interesse americano por nossas riquezas!! Ou não?!?!

    Eu sabia que Meval era americanófilo. Disse não tinha dúvidas. Ele é muito festejado nos EUA. Agora, há uma diferença muito grande entre ser americanófilo (o que na leitura do BLOG PERSPECTIVA CRíTICA não é o melhor, mas enfim) e não proteger os interesses de seu País contra os interesses e atos (no caso ilícitos até) dos EUA ou de qualquer outro país estrangeiro.

    Veja o trecho da sua coluna que critico intitulada “Violência contra a cidadania”:

    “O mito de que a maior potência mundial espiona nossa presidente e nossas riquezas rende bons dividendos políticos, e o governo brasileiro está se aproveitando bem das circunstâncias, do ponto de vista de seus interesses eleitorais imediatos.”

    Ao chamar de “mito” o fato de haver interesse americano sobre nossas riquezas, com um fato grave publicado na impresa internacional e nacional de violação de dados empresariais da Petrobrás pela agência nacional norteamericana, acho que a posição do Merval como brasileiro ficou diminuída. Fico extremamente triste com essa declaração explícita de despreocupação com os interesses do Brasil.

    Mas assim como é bom saber como os EUA, defensores da liberdade no mundo (rsrs) agem, é bom saber como pensam nossos jornalistas renomados em momentos de crise. A crise é muito para isso: você pode saber muito melhor com quem você se relaciona.

    Obrigado Edward Snowden, você ajuda o meu País a saber quem é quem dentro e fora do Brasil.

    Naturalmente esse Blog ficará feliz em refazer suas conclusões caso Merval Pereira escreva criticando veementemente os EUA por esse desrespeito ao direito internacional, ao princípio da inviolabilidade de comunicações particulares e estatais e esse desrespeito à soberania do nosso País, Brasil. Mas eu duvido tremendamente que isso ocorra porque pelo que vi em todos os momentos das manifestações de Merval, durante anos, ele é americanófilo ao extremo, elogia tudo o que é americano e é absoltuamente contrário ao governo petista ou criações ou inovações que não reproduzam no Brasil aas instituições e way of life americano. Pelo menos sua postura não equilibrada fica assim patente, mesmo que tristemente em posição contra os interesses nacionais brasileiros.

    O momento atual é de se investigar os fatos expostos por Snowden e buscar respostas oficiais dos americanos e meios de proteger os dados privados e estatais do País. Errou tremendamente Merval em atacar a salutar conduta da Presidente em defender a soberania brasileira que está ofendida, bem como em defender o sigilo de dados privados e de empresas estratégicas do País. Esse era um momento para todos estarmos juntos. O fato veio de fora, existe, é real e tremendamente grave. Não se pode deixar de exigir que a Presidente dê máxima atenção e tome providências contra a espionagem oficial do governo americano contra a soberania e interesses brasileiros.

    Parabéns a Snowden. Parabéns ao Globo que publica a violência ao Brasil. Parabéns à Dilma pelos atos públicos em que exige respostas ao governo americano (que se apresenta como terrorista e pirata internacional, senhores.. não se enganem..). E meus pesames e minhas lamentações sobre a escolha de conduta adotada por Merval Pereira para a questão.

    Peço que quem saiba de uma notícia de Merval recriminando os EUA no caso de espionagem a dados de governo e privados estratégicos brasileiros informe o Blog e disponibilize o endereço eletrônico de acesso, pois quero crer que esta mágoa profunda com este jornalista possa ser diminuída, apesar de não alimentar muita esperança. Caso contrário, morre hoje um brasileiro para mim e nasce um americano de peso e influência na mídia de mercado brasileira.

    p.s.: texto revisto e ampliado

    p.s. de 11/09/2013 – Miriam Leitão escreveu uma coluna criticano os EUA nos mesmos moldes que nós!! Fico muito feliz! Acessem a coluna dela hoje, intitulada “Olhos de Águia”, no Jornal O Globo ou em seu Blog. O Blog Perspectiva Crítica concorda 100% com a manifestação de Miriam Leitão e fica muito feliz com essa demonstração de nacionalismo e, no mínimo, de defesa do direito internacional e denúncia da violação terrorista e de pirataria econômicas e industrial dos EUA. Parabéns Miriam.

    p.s. 2 de 11/09/2013 – texto revisto e ampliado com inserção de trecho da coluna criticada de Merval Pereira.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui