Perguntas Complexas, Respostas Publicadas 10 – Posição do Blog sobre declaração de voto em Aécio

    45
    0

    Pessoal, o leitor e comentarista do Blog, Eduardo Cesar, ao criticar a posição do Blog informada através do artigo em que comentamos a entrevista de Armínio x Mantega, muito propriamente externou uma dúvida de outros leitores e criou uma oportunidade para que o Blog, mais uma vez, expusesse seu raciocínio para justificar o voto em Aécio no segundo turno das eleições a presidente do Brasil em 2014.

    Eis a crítica de Eduardo Cesar à posição do Blog adotada no artigo “Comentários sobre a entrevista Armínio x Mantega pela Míriam Leitão”, acessível em http://www.perspectivacritica.com.br/2014/10/comentarios-sobre-entrevista-arminio-x.html :

    ” Desta vez Mario você esta errado. Votei em Marina Silva,, mas fiquei decepcionado por sua incapacidade de demonstrar ser algo novo realmente e será um desastre se declarar apoio explicito a Aécio Neves (velha politica). É certo que não posso fechar os olhos a corrupção,, a forma truculenta que tratou os servidores públicos,, mas lembro muito bem que com FHC era mesma coisa, destarte pior. Há coisas boas a se exaltar como a politica de valorização do salario minimo,, Mais médicos,, a recuperação econômica aqui do nordeste,, a expansão do credito e do ensino técnico universitário.
    Ha titulo de exemplo, no meu estado,, a universidade era sucateada a 15 anos atras, so havia vagas para os mais ricos,, hoje atende as quotas e ha 5 polos pelo interior do estado, pessoas que nunca sonharam em ter acesso a universidade podem hoje melhorar sua condição de vida.
    Não sou fã do PT,,, discordo muito do que esta sendo feito,, mas não posso negar os avanços e deixar que um governo alinhado com o consenso de Washington retorne novamente ao poder,, e como você viu na entrevista de Armínio Fraga as ideias ainda são as mesmas do passado.”
      

    Trancrevo a carta e respondo-lhe através deste artigo para facilitar o acesso de todos ao debate.

    “Eduardo Cesar, meu amigo e leitor do Blog, obrigado pelas suas palavras. É um elogio enorme o início de seu comentário expor que você entende que “desta vez” eu estou errado. Significa que você concorda comigo em muitos outros dos atuais 729 artigos. Há quem discorde da linha do Blog. Mas quero deixar claro que meu objetivo principal não é o de “estar certo”. Simplesmente porque isso não é possível objetivamente falando e considerando todas as perspectivas que possam existir para as questões sociais e econômicas (* ver p.s. 2 de 14/10/2014).

    O relativismo, em que acredito, pressupõe somente que opiniões diversas aproximam a perspectiva da realidade. Só pretendo contribuir nesse sentido, sendo honesto, coerente e apresentando opiniões fundamentadas para discordar e concordar, até mesmo com a grande mídia, sempre que for o caso.

    A escolha feita pelo Blog foi muito bem pesada e, para nós, o que pesou mais foi a defesa da democracia. Para nós houve atos de Dilma contra a democracia, como o limite de pagamento de precatórios, a tentativa de vinculação do pagamento de precatório com o Orçamento do Judiciário, o desrespeito ao Orçamento do Judiciário apresentado pelo STF, a defesa da lei da Mordaça e o Decreto 8.243/2014, frustrando o primado do concurso público, alijando o Congresso da fiscalização do Estado através de suposta participação direta da sociedade através de representantes de movimentos sociais “escolhidos” pela presidente… há decreto que obriga a que diárias da Polícia Federal sejam autorizadas pelo Minsitro da Justiça.. assim, quando há uma grande investigação em algumn canto do país a Presidência fica sabendo por via oblíqua ao serem demandadas muitas diárias para algum lugar.. isso pode prejudicar investigações contra o governo e o PT e PMDB… o argumento é de controlde gastos..

    Então veja,você está acostumado em nos ver defendendo atos de governo. Por quê? Porque criticamos a grande mídia e tentamos inovar na pauta social. Isso é novo. Nós não somos do PT nem do PSDB.

    Nós reconhecemos todo o grande trabalhao feito pelo PT nos últimos 12 anos e sabemos que socialmente é difícil o PSDB fazer melhor, pois seu alinhamento é com o capital. Sabemos que economicamente o trabalho do PT foi fantástico e muitas vezes demonstramos aqui que não há caos econômico, cuja idéia é alimentada cotidianamente pela grande mídia aliada do capital financeiro internacional. Mas avanços econômicos e sociais não legitimam ataques à democracia. Mesmo toda a melhora do Nordeste não legitima ataque à democracia. Mesmo o Pronatec, o ProUni, a transposição do Rio São Francisco (ainda não concluída), as mais de 400 mil cisternas no sertão nordestino (parece que já seriam mais de 700 mil), a diminuição da desigualdade social e regional, nada disso justifica arranhões na democracia, na nossa opinião.

    Acreditamos, ainda, que tudo o que foi feito socialmente não poderá ser desfeito pela atualmente pouco criativa oposição, simplesmente porque bons programas sociais se transformam em programas de Estado. Acreditamos que há risco, sim, de a política econômica de Aécio levar-nos, em um primeiro momento, à recessão, eis que, como são representantes do mercado financeiro, com certeza quererão apressar a chegada no centro da meta de inflação. Isso só será possível com aumento de juros (já os maiores do mundo) e com desemprego e recessão. A outra forma de lidar o PT já vinha fazendo (com enorme sucesso na aálise do Blog). Mas achamos que diante de risco institucional, cabe apelar para a alternância de poder. É saudável. Oxigena a máquina pública. Facilita investigações. E põe a própria oposição à prova. Ela diz que pode fazer melhor, então vamos ver, depois de 12 anos, o que pode fazer melhor. Durante os oito anos do FHC fez menos, a nosso ver. Mas agora, em que a continuidade do PT chegou a gerar arranhões na democracia brasileria, talvez seja o momento de dar a oposição, com Aécio, um quadro mais à esquerda no PSDB, uma chance, principalmente para defender as instituições da república e da democracia do País.

    Agora, observe, esta foi nossa opinião. Nós sempre reconhecemos tudo que foi feito, a capacidade de realização do PT, a criatividade na economia e no desenvolvimento de instrumentos de transferência de renda e de diminuição da desigualdade. O PT entra para a história como campeão nessa área. O PT já tem sua colocação clara na história do país.

    Tudo o que você falou é importante e justifica seu voto no PT. O PSDB acredita no Consenso de Washington? Sim. Estão errados? Estão. Mas são brasileiros. Não conseguirão implantar puramente o Consenso de Washington aqui pois há oposição e o Congresso atua na limitação do Poder Executivo, na seara política. Então, acredito no País. Veja que Dilma e o PT já foram muito mais radicais. Já defederam a revisão da dívida externa (até a moratória do seu pagamento), reforma agrária sem indenização de latifundiários, foram contra o plano real e isso não os impediu de terem sido ótimos na economia e no social em seus 12 anos de governo, respeitando a propriedade privada e o lucro de bancos… rsrsrrs

    Isso ocorreu porque o brasileiro é, na média, capitalista moderado, mas quer avanços sociais, ou seja, tem uma característica mais afeita ao capitalismo europeu/socialismo europeu. Colocar o PT não nos transformaria em Cuba e colocar o Aécio não nos transformará nos EUA ou sua colônia. O processo político é mais complicado e com mais garantias do que eu e você possamos imaginar.

    Você está correto em votar de acordo com sua crença. O PT merece. Mas não desconsidere nossa opinião somente porque neste momento não coincide com a sua. A linha do Blog Perspectiva Crítica é uma só, a busca pela defesa da verdade, a busca pela crítica de fatos publicados na grande mídia, a busca por projetos que enriqueçam o brasileiro e diminuam a desigualdade social e regional tanto quanto gerem desenvolvimento econômico e social brasileiro internamente e em relação ao mundo.

    Nesse intento, para nós, a defesa dos princípios da democracia e da República Federativa do Brasil são postulados e primados básicos e essenciais e não devem ser arranhados de forma alguma. Pior do que a corrupção é ataque a instituições e arranhões na democracia.

    Como o PT arranhou a democracia, não tenho pena, mas não o faço com alegria, de votar em um partido que também tem vários limites, como todos os têm, mas que no momento apresenta condições de alternar o poder político e fazer o PT ver que avanços econômicos e sociais devem ser feitos em consonância com o respeito à Democracia, às Instituições e à República. Os riscos dessa escolha, acreditamos que estejam minimizados pela existência de uma oposição ativa e bem organizada e pelo tamanho do País, que é maior do que todos os partidos políticos juntos, inclusive.

    Será interessante também ver como a mídia se comportará.. rsrsrs e estaremos aqui para aplaudir bons atos de governo e denunciar maus atos de governo e para aplaudir bons artigos da imprensa e criticar maus artigos de imprensa.

    Agradecemos sua atenção especial em criticar nossa posição e convidamos você a permanecer criticando  o que discorda em nossos artigos e elogiando o que lhe pareça elogiável, se for o caso.

    Acreditamos que dessa dialética sai uma aproximação verdadeira da verdade, sem que ela, a verdade, nunca consiga ser alcançada na sua plenitude. Cada crítica exige nossa exposição para legitimar nossas posições e isso fazemos nesse espírito honesto e sincero de contribuir para o debate de questões e soluções sociais, econômicas e políticas para o nosso país e nossas famílias.

    Um grande abraço e boa eleição! E que, independente de quem seja eleito, possamos acreditar que o eleito, não sozinho, mas com nossa crítica, acompanhamento e eventual apoio e palmas, poderá nos levar a um Brasil melhor que todos merecemos.

    Eles, os políticos, não podem nada sozinhos. Nós, o povo brasielrio, desde que ativos, podemos tudo. Nisso acreditamos.

    Obrigado pela participação,

    Mário César Pacheco
    Blogger”

    É isso, gente! A decisão foi difícil, mas não deslegitima que o leitor vote diferentemente, claro. Nem todo leitor do Globo votará em Aécio e nem todo leitor da Carta Capital votou no PT, com certeza alguns votaram em Marina. Não podemos nos furtar a debater o que entendemos correto para o País com medo de não sermos compreendidos. Posições devem ser tomadas. A coerência deve ser apresentada. Qualquer opção traz benefícios e malefícios. Você deve escolher qual malefício, neste momento, é pior e deve ser afastado. Para o Blog, o risco petista contra a democracia é mais grave e deve ser afastado do que o risco do programa econômico e social mais retrógrado do PSDB. Fortalecida a democracia brasileira, como o País não foi feito em doze anos e não será desfeito em quatro anos, depois avaliaremos os prós e contras de novo para nosso projeto de Brasil avançado econômica e socialmente.

    Grande abraço e boas eleições a todos. E muito obrigado ao Eduardo Cesar pela oportunidade de expor melhor a idéia do Blog para as eleições a Presidente do Brasil 2014. Acho que nossa posição ficou clara e coerente, como sempre, mesmo que não encontre consenso entre nossos leitores, o que nunca tivemos a pretensão de obter.

    Sinceramente,

    Blog Perspectiva Crítica

    p.s.: Texto revisado e ampliado.

    p.s. de 14/10/2014 – Texto revisto e ampliado.

    p.s. 2 de 14/10/2014 – Quanto a não poder “estar certo”, “objetivamente falando”, há um debate filosófico/retórico aqui, que nos remete à ponderação entre o objetivo e o subjetivo. Simples e interessante, creio. Podemos até dizer que seria possível, sim, “estar certo objetivamente falando”, se considerarmos que o que foi dito e justificado tem lógica. Nesse caso não seria propriamente o que foi dito que estaria certo, mas a congruência e a forma do que foi dito.Talvez o mais correto seja dizer que não é possível “estar certo, subjetivamente falando”, porque os valores que cada um dá a determinados componentes e condicionantes do raciocínio podem ser diferentes e, portanto, ponderando os mesmos elementos da justificativa do Blog para votar em Aécio, o leitor pode dizer que o “correto” seria votar em Dilma. Ex.: Todos sabem que houve corrupção, atos anti-democráticos, criação de escolas e diminuição de desigualdade social e melhroa efetiva da vida do pobre. Ninguém é contra o que foi feito de bom e todos são contra o que ocorreu de ruim. A pergunta é: o que você valoriza mais? Combate a atos anti-democráticos ou investimentos no social? Nós do Blog preferimos o combate a atos anti-democráticos, mas a outra opção não está e nunca estará errada. Ou outra. O que você, leitor, acha que tem menos risco de ocorrer: continuidade e aprofundamento de corrupção e atos anti-democráticos com o PT no Poder ou falta de investimentos sociais com o PSDB no Poder? Se você crê na primeira opção, vota em Dilma e se você crê na segunda opção, vota no PSDB. O Blog acha que o risco de diminuição de investimentos no social com o PSDB é menor do que o risco de aprofundamento de atos anti-democráticos com o PT continuando o Poder em mais esse mandato. Isso, senhores, é um método de raciocinar sobre a questão. E é importante ver que ninguém está certo ou errado, mas que subjetivamente há ponderação diferente de valores de cada cidadão. Todas verdadeiras, todas reais, todas valorosas, e todas representantes de uma parcela da verdade real. A soma de todas as perspectivas de cada cidadão brasileiro sobre o que o PT fez ou não fez de bom e de ruim, a intensidade que atos bons tiveram na vida dessas pessoas e a intensidade que atos ruins tiveram ou têm na vida de outras pessoas, sejam esses efetios abstratos como a defesa da soberania ou da democracia, como concreto como crescimento econômico, baixa do desemprego, entrega de moradias e acesso à educação a pessoas pobres, tudo isso é que fará cada pessoa se posicionar na eleição e o resultado não é sabido ainda. Isso é democracia. É desconhecido o resultado. Aguardamos esse resultado da ponderação de todo o País, esperando que a escolha da maioria seja boa para o futuro da Nação, ciente de que, seja quem for o eleito, não terá cheque em branco da população brasileira, mas será seguido de perto pela oposição, pela imprensa, pelos Blogs Sociais como o Blog Perspectiva Crítica e por você leitor e cada brasileiro, criticando atos bons e aplaudindo atos de governo ruins, sob nossas perspectivas individuais. É um grande evento a democracia brasileira e quem faz o Brasil do futuro somos nós, e não os políticos ou partidos, que são nossos meros instrumentos. Nisso acreditamos.

    p.s. 3 de 14/10/2014 – Texto do “p.s. 2” acima foi revisto.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui