EUA, Europa e Japão e o prenúncio do embate militar mundial por matérias-primas: as “terras raras” chinesas

    27
    0

    Pessoal, quero somente chamar a atenção para o fato gravíssimo de EUA, Japão e Europa quererem obrigar a China a exportar sua matéria-prima conhecida como “terras raras”.

    “Terras raras” é um composto de elementos químicos utilizado em fabricação de celulares, mísseis, e diversos componentes eletrônicos. E grande parte desse material provém da China. Com o fato de não haver até o momento mais descobertas em nenhum país de reservas destes minerais, a China vem se preocupando com o que tem e determinando a cessação de exportação da mesma.

    Aí pergunto: o que se pode fazer contra isso? A única resposta correta é NADA. O mineral que estiver na China é da China. Se é raro, cabe aos outros países desenvolver tecnologias que substituam o material que é raro, mas nunca, em hipótese alguma, querer obrigar ao país que detém o elemento mineral raro a exportá-lo pois isso ofende a soberania daquele país.

    E isto, se passar desta forma contra a China, ocorrerá conosco amanhã em relação à água doce do Rio Amazonas assim como o petróleo da nossa costa oceânica!!

    Os EUA poupa seu petróleo há décadas, importando de países do Oriente Médio e nunca ninguém obrigou os EUA a exportar petróleo em época de pique de valor de petróleo por falta temporária no mercado internacional.

    Esta posição adotada pelos EUA, Europa e Japão é autoritária, nazista, e evidencia bem o que virá por aí, durante esse novo milênio. O século XXI parece assistir ao prenúncio dos embates militares entre povos em razão do esgotamento de matérias-primas importantes.

    p.s. 16/03/2012 – texto revisto.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui